Cachoeira do Gato em Ilhabela é reaberta à visitação turística

(Foto: Divulgação)

A Prefeitura de Ilhabela reabre ao turismo um dos principais atrativos naturais da cidade, a Cachoeira do Gato, uma das maiores cachoeiras da ilha, com queda d’água de aproximadamente 40 metros de altura em meio à paisagem formada pela Mata Atlântica (Bioma) e pela Praia dos Castelhanos.

“Além de reabrir a cachoeira, estamos reativando um verdadeiro complexo de ecoturismo no Canto do Gato, proporcionando infraestrutura e serviços para turistas e moradores locais.

A retomada da atividade turística vai beneficiar agências de passeios, guias e monitores, a gastronomia, o turismo de base comunitária e o artesanato local, gerando assim mais empregos e renda na comunidade”, destaca o prefeito de Ilhabela, Toninho Colucci.

A visitação à Cachoeira do Gato foi suspensa em 2017 a pedido da Comunidade do Ribeirão, pois a captação de água que abastecia cerca de 18 famílias locais estava abaixo do ponto de banho do atrativo.

O Prefeito Toninho Colucci assumiu o compromisso de somente reabrir a cachoeira ao turismo após resolver o conflito, que foi solucionado com a alteração do ponto de captação de água e um novo sistema de distribuição aos moradores.

Foram realizadas ainda diversas melhorias na infraestrutura turística. A trilha, com cerca de dois quilômetros, foi toda reestruturada com corrimãos e escadarias em eucalipto tratado e ganhou uma guarita com serviço de orientação aos visitantes equipada com banheiros e ducha, além de um novo acesso ao Poço do Gordo.

O Mirante do Francês, que permite uma bela visão da Praia dos Castelhanos e da Mata Atlântica, também foi refeito.

Na base da cachoeira, o deck de contemplação da queda foi refeito em metal para dar mais segurança aos visitantes e a ponte pênsil em eucalipto que havia caído com a cheia do rio foi reconstruída.

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Harry Finger, reforça que “foi realizado um trabalho de forma sustentável e em conjunto com as secretarias de Obras e Planejamento Urbano e a de Comunidades Tradicionais, Pesca e Agricultura, que acompanhou as demandas dos moradores.

A estruturação da trilha evitará que o visitante passe por dentro da comunidade, mantendo a privacidade das pessoas que moram no Canto do Ribeirão e proporcionando ao turista um caminho seguro e em contato com a Mata Atlântica. Estas ações beneficiam a economia, a sociedade e o meio ambiente, com a promoção do desenvolvimento local”.

A Trilha da Cachoeira do Gato tem início no canto esquerdo da Praia dos Castelhanos e os passeios podem ser agendados com as agências de receptivos da cidade ou por meio do projeto local de Turismo de Base Comunitária. Mais informações em www.turismoilhabela.com.

Botão Voltar ao topo