Taubaté ganha Unidade de Tratamento de Resíduos de Serviços de Saúde

Por: Share:

A cidade de Taubaté passa a contar com uma Unidade de Tratamento de Resíduos de Serviços de Saúde (UTRSS). O novo serviço está localizado na travessa da estrada municipal Dr. José Luiz Cembranelli, no bairro Chácara Silvestre, e dá um encaminhamento seguro aos rejeitos hospitalares com o objetivo de preservar a saúde da população e o meio ambiente.

Nessa fase inicial, a unidade tem capacidade para tratar 550 Kg/hora, totalizando, em média, 70 toneladas por mês de resíduos do grupo A (com a possível presença de agentes biológicos que podem apresentar risco de infecção) e do grupo E (perfurocortantes ou escarificantes e todos os utensílios de vidro quebrados no laboratório: pipetas, tubos de coleta sanguínea e placas de Petri) classificados na Resolução Conama nº 358/2005 e na Resolução da Diretoria Colegiada – RDC Nº 222/2018.

A expectativa é aumentar o volume de tratamento para 200 toneladas por mês, quando a UTRSS estiver operando nos três turnos, o que deve acontecer ao longo dos anos, com o aumento no número de clínicas, laboratórios e hospitais no município. O projeto também prevê a instalação de um segundo equipamento, o que pode acontecer quando a produção ultrapassar a capacidade máxima das 200 toneladas.

A gestão da unidade de tratamento é de responsabilidade da EcoTaubaté, que realiza a coleta desses materiais em unidades públicas e privadas do município que exerçam atividades que gerem esse tipo de resíduo, tais como hospitais, postos de saúde e estúdios de tatuagem, entre outros.

Todo material recolhido recebe tratamento adequado para o descarte final, o que inclui esterilização e trituração para, na sequência, serem encaminhados ao aterro sanitário.