Igreja São José em Pinda tem projeto aprovado no Ministério da Cultura

Author: Share:
Fachada da Igreja São José em Pinda. (Foto: Luis Claudio Antunes/PortalR3)
Fachada da Igreja São José em Pinda. (Foto: Luis Claudio Antunes/PortalR3)

O projeto de Restauro da Igreja de São José da Vila Real foi aprovado pela CNIC – Comissão Nacional de Incentivo à Cultura -, órgão do Ministério da Cultura, com o valor de R$ 4.833.968,25, e encontra-se, atualmente, em fase de análise documental.

publicidade

 

O projeto foi proposto pela Pauliceia Arquitetura Restauro e Projetos Culturais, já que o prédio é tombado pelo Condephaat e de propriedade da Mitra Diocesana de Taubaté. A intenção é captar verba por meio da Lei Rouanet (Ministério da Cultura) e do FID (Fundo de Investimento Difuso), o qual o processo já saiu do IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) ligado a USP e aguarda liberação.

A centenária igreja São José da Vila Real, ou simplesmente Igreja São José, localizada no centro da cidade, corre o risco de desabar, por isso está interditada há 4 anos.

Por se tratar de um patrimônio cultural e um panteão histórico de Pindamonhangaba, a Prefeitura está acompanhando todo o processo e, conforme seu andamento, tem informado à população.

No dia 2 de setembro, o Departamento de Patrimônio Histórico da Secretaria de Educação e Cultura da Prefeitura realizou uma reunião informativa aberta ao público, no auditório municipal, para esclarecer as dúvidas e colocar a comunidade a par da real situação da igreja e da burocracia envolvida para o seu restauro. As arquitetas da empresa Paulicéia – que atualmente restaura o Palacete 10 de Julho – também estiveram presentes e conversaram com a população.

ENTENDA MAIS SOBRE O PROJETO DE RESTAURO

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *