Pinda promove formatura dos alunos do Núcleo Pinda Educa Mais

(Foto: Divulgação/PMP)

Pindamonhangaba, por meio da Secretaria de Educação, promoveu, na última segunda-feira (24), a formatura de cerca de 50 alunos do Núcleo Avançado Pinda Educa Mais, entregando o certificado de conclusão.

O evento marcou o término do semestre e contou com a exibição dos trabalhos realizados pelos alunos nas diversas oficinas disponíveis pelo projeto.

O projeto, que oferece oficinas de Jornal Digital, Libras, Braile, Fotografia, Rádio e Podcast, Fanzine e E-Zine, e Animação, promove ao final de cada semestre um circuito de apresentações.

Os alunos de Libras apresentaram o hino de Pindamonhangaba, enquanto na oficina de Braile houve uma explicação sobre a produção de textos para deficientes visuais.

Além disso, os alunos exibiram suas páginas digitais na sala de Jornal Digital, mostraram acervos artísticos na sala de Animação, e demonstraram habilidades fotográficas na oficina de Fotografia. As criações de Fanzine também foram destaque.

Segundo a secretária de Educação, Luciana Ferreira, “é preciso ofertar aos alunos oportunidades de trabalhar as diferentes linguagens, como a tecnológica.

Aprender a fazer e refletir sobre a importância de produção de conteúdos digitais que promovam a difusão de informações fidedignas e desenvolvimento da criticidade, que auxiliará no desenvolvimento do estudante em todos os aspectos”.

As atividades, que atendem cerca de 400 alunos da rede municipal, acontecem em várias localidades, incluindo o núcleo central, em Moreira César, na EM Ayrton Senna; na região Leste, na EM João Cesário; no Ararateama, na EM Madalena Caltabiano; no Bem Viver, na EM João Kolenda; no Castolira, na EM Julieta Reale; e no Vila Rica, na EM Félix Adib.

Em breve, a Secretaria de Educação irá disponibilizar as datas de inscrição para as próximas turmas. “Essa é uma oportunidade incrível para as crianças explorarem novas habilidades, se desenvolverem criativamente e ganharem confiança, tudo enquanto se divertem e aprendem no contraturno escolar”, finalizou a secretária de Educação.

Botão Voltar ao topo