Polícia desmantela quadrilha que usa bailes funk para lavar dinheiro em SP

Operação Hypnos teve quatro presos e apreensão de celulares, munições e dinheiro

(Foto: Divulgação/SSP-SP)

As Polícias Civil e Militar conseguiram desestabilizar quadrilhas que usam os bailes funks para lavar dinheiro, traficar drogas e contrabandear bebidas. As equipes cumpriram, nesta quinta-feira (20), 52 mandados de busca e apreensão na comunidade Elisa Maria, na zona norte de São Paulo. Pelo menos quatro pessoas foram presas.

Na ação, 16 celulares, 18 computadores, 58 máquinas de cartão e seis veículos foram apreendidos, bem como quase R$ 1,5 mil em espécie. Munições, balanças de precisão e mais de mil garrafas utilizadas para o comércio de bebidas falsificadas também foram apreendidas.

Um foragido estava entre os presos. Os demais foram detidos em flagrante por receptação, tráfico de drogas e posse ilegal de munição.

O secretário da Segurança Pública, Guilherme Derrite, disse que as Polícias Civil e Militar que atuam na zona norte estão há dez semanas impedindo a realização de bailes funks. “Foi um trabalho integrado e intenso para impedir essas organizações criminosas de lucrar por trás desses eventos, porque o tráfico de drogas movimenta toda essa região”, disse.

Cerca de 345 policiais foram às ruas para dar cumprimento aos mandados. “Além da perturbação que esses bailes funks causam aos moradores, criminosos ainda estavam se aproveitando para cometer crimes como o tráfico de drogas, contrabando e lavagem de dinheiro”, explicou o coronel Sabino, da Polícia Militar, que participou da ação.

O policial conta que todo o material de uma adega foi apreendido. Lá, os responsáveis pelo estabelecimento produziam e comercializavam bebidas alcoólicas falsificadas, revelaram as investigações realizadas em conjunto pela Civil e Militar. Os itens serão submetidos à perícia.

As ocorrências foram registradas no 72º Distrito Policial, na Vila Penteado. O trabalho policial agora segue para identificar outros envolvidos nos crimes apurados.

Botão Voltar ao topo