publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Engenharia do Exército Brasileiro conclui ponte sobre o Arroio Grande

Esta nova estrutura substitui provisoriamente a ponte sobre o Arroio Grande, que desabou em 30 de abril, no RS

Esta nova estrutura substitui provisoriamente a ponte sobre o Arroio Grande, que desabou em 30 de abril. (Foto: Divulgação/EB)

Na última semana, militares do 3° Batalhão de Engenharia de Combate concluíram a montagem da Ponte de Suporte Logístico (Logistic Support Bridge) na rodovia BR 287. Esta nova estrutura substitui provisoriamente a ponte sobre o Arroio Grande, que desabou em 30 de abril.

Ponte de suporte logístico: estrutura e capacidade

A nova ponte logística, biapoiada, possui mais de 60 metros de extensão e capacidade para suportar até 80 toneladas. Com a conclusão e liberação da ponte, o tráfego entre o município de Santa Maria e a região da Quarta Colônia foi restabelecido. Em um tempo recorde de dez dias, a Engenharia do Exército Brasileiro concluiu a montagem de sua maior ponte no Rio Grande do Sul.

Engenharia Militar: missão e realizações no Rio Grande do Sul

A Engenharia Militar tem como missão garantir o apoio à mobilidade dos cidadãos. Durante as obras no Rio Grande do Sul, os engenheiros do Exército realizaram diversas atividades essenciais, incluindo a abertura de passagens em obstáculos, transposição de cursos d’água, navegação em vias interiores e conservação e reparação de pistas e estradas. Além disso, foram lançadas passadeiras para reconectar regiões isoladas.

Com a conclusão desta ponte de suporte logístico, a Engenharia do Exército Brasileiro demonstra mais uma vez sua capacidade de resposta rápida e eficiente, garantindo a mobilidade e segurança das comunidades afetadas.

Operação Taquari 2
O Exército Brasileiro atua desde o dia 30 de abril no apoio à população gaúcha que sofre com as enchentes no estado. Entre as principais ações, estão resgate e transporte de desalojados e de ribeirinhos, implantação e operação de Hospitais de Campanha, distribuição de centenas de toneladas de refeições, mantimentos, medicamentos e milhares de litros de água potável.

Botão Voltar ao topo