fbpx

São José amplia vacinação contra dengue para público de 10 a 14 anos

Com a ampliação da faixa etária, a meta da Prefeitura é vacinar 90% do público-alvo

Em São José, todas as 40 UBSs Resolve e as 5 Unidades Avançadas estarão abertas para vacinar crianças e adolescentes. (Foto: Adenir Britto/PMSJC)

A Prefeitura de São José dos Campos amplia a partir desta terça-feira (14) a vacinação contra dengue para crianças e adolescentes de 10 a 14 anos (14 anos, 11 meses e 29 dias).

A ampliação do público-alvo leva em consideração a baixa adesão à vacinação de pessoas de 10 a 11 anos, elegíveis para a primeira fase da campanha. Até sexta-feira (10), apenas 7,36% desse público havia recebido o imunizante, o que representa 1.311 doses aplicadas.

Com a ampliação da faixa etária, a meta da Prefeitura é vacinar 90% do público-alvo. Em São José dos Campos, o público de 10 a 14 anos corresponde a 43.908 pessoas, de acordo com o censo IBGE de 2022.

Em São José dos Campos, todas as 40 UBSs (Unidades Básicas de Saúde) Resolve e as 5 Unidades Avançadas estarão abertas para vacinar o público-alvo.

Os endereços e horários de funcionamento das unidades estão disponíveis para consulta no site da Prefeitura. Importante ressaltar que a vacinação é encerrada uma hora antes do fechamento da unidade.

A aplicação da vacina será realizada enquanto houver doses disponíveis. São José recebeu 10.977 doses, de acordo com a nota técnica do Ministério da Saúde.

A vacinação contra a dengue tem como objetivo a redução das hospitalizações e óbitos decorrentes das infecções pelo vírus da dengue.

Esquema Vacinal
O esquema vacinal recomendado corresponde à administração de 2 doses, com intervalo de 3 meses entre as doses.

Os pais ou responsáveis devem comparecer na Unidade de Saúde com documento de identificação e a caderneta de vacinação.

Caso a criança ou o adolescente tenha sido diagnosticado com dengue, é necessário aguardar seis meses para iniciar o esquema vacinal.

Em caso de contaminação por dengue após a primeira dose, deve-se manter a data prevista para a segunda dose, desde que haja um intervalo de 30 dias entre a infecção e a segunda dose.

Reações
Algumas reações são comuns após a administração da vacina, como dor no local e muscular, fraqueza, fadiga, mal-estar e cefaleia (dor de cabeça).

Contraindicação
A vacina não é recomendada para pacientes menores de 4 anos e com 60 anos ou mais, pessoas com imunodeficiência congênita ou adquirida, pessoas com infecção por HIV, gestantes e puérperas.

Pacientes que estiverem com febre no dia da aplicação, devem aguardar até a completa recuperação.

Prevenção
Embora exista a vacina contra a dengue, o controle do mosquito Aedes aegypti é o principal método para a prevenção contra dengue, chikungunya e zika, seja pelo manejo integrado de vetores ou pela prevenção pessoal dentro dos domicílios.

É essencial a colaboração dos munícipes, redobrando os cuidados e sendo cordiais com os agentes, deixando-os entrar na casa para avaliação dos quintais, vasos de plantas e ralos. Eles estão trabalhando para garantir a saúde de todos. Conheça os agentes.

Caso identifique terrenos abandonados ou locais que possam ser criadouros do transmissor da dengue, entre em contato pela central 156 (telefone, site e aplicativo).

Ações para evitar criadouros:
* Evite o uso de pratinhos embaixo das plantas
* Evite planta aquática
* Não acumule entulho e lixo
* Faça sempre a manutenção de Piscinas e Fontes, utilizando produtos químicos líquidos
* Retire a água acumulada da laje
* Mantenha a lixeira sempre fechada
* Guarde pneus em lugares cobertos
* Guarde garrafas e baldes sempre virados para baixo
* Lave pelo menos duas vezes por semana, com água e sabão, os vasos usados para servir água aos animais domésticos
* Mantenha bem tampados reservatórios e caixas d’água
* Mantenha a tampa do vaso sanitário abaixada
* Se a caixa de descarga não tiver tampa, é necessário fechar com plástico e fita adesiva
* Ao sair de casa, feche a tampa dos ralos internos ou cobertura com tapetes ou objetos

Botão Voltar ao topo