fbpx

Guaratinguetá recebe pontos de coleta de vidro para reciclagem

Instalação de containers é parte do Programa Vidro Vira Vidro realizado pela Verallia, em parceria com a Massfix, e SAEG

Instalação de containers é parte do Programa Vidro Vira Vidro realizado pela Verallia, em parceria com a Massfix, e SAEG. (Foto: Divulgação/Verallia)

A cidade de Guaratinguetá ganhará 20 Pontos de Entrega Voluntária (PEV) para coleta exclusivamente de vidro, que será destinado à reciclagem. Os dez primeiros containers serão instalados, em uma primeira fase do Programa, em pontos estratégicos do município.

A instalação dos PEVs tem como propósito aumentar a circularidade do vidro no Brasil e é liderado pela Verallia, líder europeia e terceira maior produtora de embalagens de vidro para alimentos e bebidas do mundo, em parceria com a Massfix, líder nacional na reciclagem de cacos de vidro e SAEG – Companhia de serviços de Água, Esgoto e Resíduos de Guaratinguetá.

A coleta dos vidros descartados nos PEVs em Guaratinguetá será operacionalizada pela SAEG e serão encaminhados para uma cooperativa parceira da cidade, a qual comercializará todo o resíduo diretamente com a empresa Massfix.

Com a instalação destas unidades, estima-se que cerca de 16 toneladas de vidro deixarão de ser destinadas aos aterros sanitários, gerando mais economia na gestão de resíduos. Para Quintin Testa, Diretor Geral da Verallia para América Latina, o consumo consciente é um desafio a ser estimulado na população. “No Brasil, temos atuado para ampliar os índices de reciclagem do vidro, infelizmente ainda não temos um grande número deste nobre resíduo destinado à reciclagem, o que aumenta a sobrecarga dos aterros e custo para prefeituras. Por isso o Programa Vidro Vira Vidro é um importante aliado para ajudar os municípios a incrementar suas taxas de reciclagem”, afirma.

Na primeira fase do projeto, estão previstas a instalação de 10 PEVs nas seguintes localidades:

Parque Ecológico Anthero dos Santos
Proximidades do Instituto Conselheiro Rodrigues Alves (Esquina da Av. Visconde de Guaratinguetá com a Lamartine Delamare)
Vila Paraíba (02 unidades na Av. Presidente Vargas)
Praça da Gruta (Av. João Pessoa, próximo ao Orfanato)
Rua Castro Santos
Ecoponto 1 (02 unidades na Rua Alfonso Giannico)
FEG (Av. Dr. Ariberto Pereira da Cunha)
POUPATEMPO (Av. Ministro Salgado Filho

Com a ação, as empresas reiteram o compromisso com o meio ambiente, procurando soluções por meio de parcerias de sucesso, pensando no bem-estar da população e preocupando-se com o desenvolvimento sustentável. Além dos pontos de entrega do vidro, a coleta seletiva segue ativa na cidade, com o itinerário disponível no site da SAEG.

Aumentar a reciclagem de vidro é uma necessidade
Hoje, é estimado pelo setor que 75% dos vidros consumidos vão para aterros sanitários e apenas 25% são reciclados. Além do acúmulo de resíduo, os materiais destinados aos aterros possuem custo para as prefeituras.

Para reciclar, não é preciso que o vidro esteja intacto. Apenas com a utilização de cacos na produção de novas embalagens já é possível reduzir o consumo de energia, extração de recursos naturais e a emissão de CO2.

Para se ter ideia, a cada 10% de caco utilizado na produção, pode-se reduzir 5% de CO2 e 2,5% a menos de consumo de energia no processo de fabricação.

Botão Voltar ao topo