fbpx

Prefeitura de Taubaté adita contrato da obra de restauro da Villa Santo Aleixo

(Foto: Divulgação/PMT)

O restauro da Villa Santo Aleixo, um dos principais imóveis tombados do centro de Taubaté, tem nova previsão de entrega: julho deste ano.

O trabalho no espaço começou efetivamente no dia 3 de abril de 2023, com um investimento inicial de R$ 2,9 milhões.

A iniciativa do restauro é da Prefeitura de Taubaté, por intermédio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, com apoio do Governo do Estado.

A Villa é um dos principais prédios históricos da região central da cidade e aguardada por obras de recuperação há décadas.

Durante o restauro foi constatada a necessidade de alterar o projeto inicial, visando melhorar o aproveitamento da área externa do espaço, além de incluir ajustes na área interna.

A empresa contratada para o serviço constatou a necessidade de aditamento do contrato, tanto no valor quanto no prazo de entrega. Com as alterações, foram acrescentados quatro meses de obra pelo valor R$ 575 mil.

O processo de recuperação do casarão é acompanhado pelas equipes das Secretarias de Cultura e Economia Criativa, Planejamento Urbano e de Obras, respeitando o memorial descritivo exposto no edital, tendo como prioridade a manutenção das características do local.

Os serviços de restauro propostos para a Villa Santo Aleixo visam a conservação de elementos preservados e a restauração de elementos danificados.

SANTO ALEIXO

Localizada na região da praça Santa Teresinha, a Villa Santo Aleixo foi tombada pelo município em março de 1985 por meio do Decreto nº 5240.

Em 2011, o Condephaat (Conselho do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado) autorizou a abertura do processo de tombamento, efetivado em 2017, pela resolução SC-70 de 19/12/2017.

A Santo Aleixo está localizada em uma área de 2.372 m², com 349 m² de área construída, contando ainda com um anexo de serviços de 63 m². Foi erguido em pavimento único, com piso elevado sobre um porão não-habitável, ventilado por pequenas janelas com grades, chamadas de “gateiras” (espaço para entrada e saída de gatos). O edifício tem ampla área de jardim e pomar em seu entorno.

Botão Voltar ao topo