fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Preso suspeito de integrar facção que espionava frequências de rádio da Polícia Civil e GCM

Grupo vendia os rádios após configurá-los na frequência das corporações

(Foto: Divulgação/SSP-SP)

Um homem foi preso em flagrante, suspeito de espionar as frequências de rádio da Polícia Civil e da Guarda Civil da capital, litoral, Grande São Paulo e Ribeirão Preto.

Policiais do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) realizaram a prisão e apreensão de 27 rádios de captação de frequência na quinta-feira (7), no bairro São Domingos, em Pirituba, zona norte da capital.

Em fevereiro deste ano, a Divisão da Guarda Civil Metropolitana, por meio do serviço de inteligência, encontrou à venda na internet, rádios iguais aos usados pelas forças de segurança. Em vídeos de divulgação, os aparelhos estavam na frequência da Guarda e de outros órgãos de segurança.

Com um mandado de busca e apreensão, policiais do Deic foram até o endereço do suspeito. Lá, 27 rádios, um notebook e dois celulares foram apreendidos.

O esquema funcionava com apoio de outros dois homens, onde um se encarregava de encontrar as frequências das forças de segurança, outro arrumava os equipamentos e o terceiro realizava as vendas.

O caso segue em investigação para localizar os outros envolvidos. A Polícia Civil solicitou à Justiça a mudança da prisão em flagrante para prisão preventiva.

O caso foi registrado na 3° Delegacia de Investigações sobre Crimes Patrimoniais Contra Órgãos e Serviços Públicos da Divisão de Investigações sobre Crimes contra o Patrimônio (Disccpat) do Deic.

Botão Voltar ao topo