fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Pinda intensifica limpeza para combater dengue; escolas também orientam alunos

A Secretaria de Educação realizou ações especiais em unidades, com cada escola tendo a liberdade de educar os alunos sobre o tema da forma como avaliou a adequada

A Secretaria de Educação realizou ações especiais em unidades, com cada escola tendo a liberdade de educar os alunos sobre o tema da forma como avaliou a adequada. (Foto: Divulgação)

Pindamonhangaba realizou o DIA D de Mobilização contra a dengue na sexta-feira (dia 1) com ações em vários pontos da cidade. Os trabalhos incluíram bloqueios, vistorias, orientações, nebulização nos imóveis e nebulização veicular pesada, além de distribuição de panfletos e material de orientação em áreas públicas de grande circulação de pessoas.

A Secretaria de Educação realizou ações especiais em unidades, com cada escola tendo a liberdade de educar os alunos sobre o tema da forma como avaliou a adequada.

Em algumas unidades houve teatro, enquanto outras apostaram em músicas, exposições, orientações, cartazes, distribuição de panfletos, além de vistorias para procurar e remover recipientes que acumulem água, como garrafas plásticas, latas, potes e vasos de plantas.

Além do serviço na área da educação, alguns bairros receberam serviços de limpeza, como o Castolira e alguns pontos do Distrito de Moreira César.

No Castolira, o trabalho foi coordenado pela Secretaria de Governo, que efetuou a limpeza de quatro ruas e segue dando continuidade ao serviço esta semana. O diretor de Limpeza Pública e Resíduos, Nilton Carlos Eugênio, explicou que “o objetivo é manter a cidade limpa e afastar o perigo da dengue. Nossas equipes inicaram uma grande força tarefa na sexta-feira e seguimos com o trabalho esta semana, removendo entulho e sujeira das ruas e áreas verdes, além de separar os itens recicláveis”.

Em Moreira César, com trabalho que já começou há 10 dias, as equipes da Subprefeitura e do Exército seguem avançando pelos bairros. O subprefeito Nilson Luis pediu a colaboração dos moradores, para que coloquem em frente às residências todo o material inservível que possuírem. “Passamos o carro de som no bairro antes da ação de limpeza e pedimos que os moradores coloquem os entulhos na calçada para retirarmos, porém em algumas ruas estão colocando objetos depois da nossa passagem, o que torna nosso trabalho mais demorado em alguns pontos. Pedimos que os moradores respeitem o cronograma”.

O responsável pelo Controle de Vetores, Ricardo Costa Manso, explicou que “após os serviços de limpeza, as ações efetivas de eliminação do mosquito se tornam mais eficientes. Estamos ‘casando’ nossa programação com a Subprefeitura e com a Secretaria de Governo. Informamos os bairros prioritários para eles, que fazem a limpeza. Na sequência, nós enviamos nossas equipes para nebulizações. Porém, não adianta realizarmos todas as nossas ações se os moradores não cooperarem com a limpeza dos seus quintais e eliminação de água parada”.

Botão Voltar ao topo