fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Taubaté: educação antirracista é pauta de trilha formativa para professsores

A Equipe de Práticas Pedagógicas da Secretaria de Educação de Taubaté realizou na terça-feira, dia 27, no Centro de Formação dos Professores, o I Encontro da Trilha Formativa Trajetórias para uma Educação Antirracista.

As formadoras Regiane Carina da Silva e Tamires Quesada Furtada receberam os professores do Sistema Municipal de Educação para abordar temas antirracistas.

O objetivo da ação foi entender o racismo e seus impactos nos setores da sociedade, dentre eles a escola para que se possa efetivamente ser combatido na prática pedagógica em sala de aula.

A Trilha Formativa busca proporcionar o enfrentamento ao racismo no contexto educacional, fundamentado pelas Leis Federais 10.639/2033 e 11.645/2088, que tornam obrigatório o ensino da história e da cultura africana, afro-brasileira e indígena na educação básica brasileira e visam a promoção de uma educação antirracista.

No Sistema Municipal de Ensino, alunos do ensino fundamental consultados em 2023 sobre sua cor, nos anos iniciais 2.569 estudantes se declaram negros e, nos anos finais, 3.323 jovens se identificam como pessoas negras. Ou seja, dos quase 29 mil alunos matriculados neste segmento de ensino, somente 5.892 se dizem negros.

A autodeclaração é também utilizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para o levantamento de dados para traçar o perfil da população do país.

A Secretaria considera importante que as lideranças do setor estejam engajadas para que a educação antirracista seja efetivamente implementada no município.

Botão Voltar ao topo