fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Detento da saidinha temporária vai passear de jet ski, mas acaba preso

Infrator, detido por tráfico de drogas, descumpriu as regras impostas pelo Poder Judiciário

A Polícia Militar prendeu na tarde desta quinta-feira (28), em São Bernardo do Campo, mais um detento que estava nas ruas beneficiado pela saída temporária de fim de ano.

O infrator, de 30 anos, preso por tráfico de drogas, descumpriu as regras do benefício ao violar o perímetro delimitado pela Justiça.

O criminoso era monitorado por tornozeleira eletrônica e, com a violação da área de permissão, o alerta foi emitido ao Centro de Operações da Polícia Militar (Copom). O despacho foi encaminhado aos policiais do 6º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano que se deslocaram até a Prainha do Riacho Grande, no ABC Paulista.

No local, os PMs descobriram que o infrator havia acabado de sair para dar uma volta de jet ski. Ao retornar, o homem desembarcou numa região de mata, para tentar se esconder dos PMs, mas acabou detido.

Na abordagem, o criminoso disse que havia saído há tempos da cadeia, mas ao consultar as informações, os policiais identificaram que ele foi beneficiado pela saída temporária de fim de ano.

O infrator foi conduzido diretamente ao Centro de Detenção Provisória de São Bernardo do Campo, permanecendo preso e à disposição da Justiça.

PM já prendeu mais de 240 detentos da saidinha de fim de ano

A Polícia Militar já efetuou a prisão de 242 detentos que foram beneficiados recentemente com a saída temporária de fim de ano, mas que foram flagrados descumprindo as medidas impostas pelo Poder Judiciário. Após a constatação da irregularidade, os presos foram reconduzidos imediatamente à penitenciária.

A recondução dos detentos é fruto de uma portaria publicada pela Secretaria da Segurança Pública, com o aceite da Secretaria de Administração Penitenciária, determinando que detentos em descumprimento de regras do benefício fossem presos e recebidos na penitenciária mais próxima.

Além disso, o acordo de cooperação entre a SSP e o Tribunal de Justiça de São Paulo permitiu que os policiais passassem a ter acesso aos processos dos réus que cumprem a pena fora das prisões nos dispositivos móveis das viaturas em tempo real.

Dessa forma, é possível verificar durante a abordagem se as regras da saída temporária estão sendo cumpridas, como, por exemplo, se o condenado está fora de casa em horário não permitido.

A recondução de presos em descumprimento das regras do benefício passou a ser cumprida em junho deste ano. Desde então, em todo o estado, 618 detentos foram flagrados infringindo as normas estabelecidas pelo Poder Judiciário ou cometendo crimes. A maior parte das prisões aconteceu na capital paulista.

Botão Voltar ao topo