fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Psicólogos e assistentes sociais recebem capacitação em São José

Treinando está sendo realizado no auditório do Cedemp (Centro de Educação Empreendedora). (Foto: Divulgação/PMSJC)

A Prefeitura de São José dos Campos promove, nesta quinta (14) e sexta-feira (15), um treinamento para 75 profissionais entre assistentes sociais e psicólogos que atuam em unidades do Cras (Centro de Referência de Assistência Social) no município.

O treinamento para a equipe técnica visa a qualificação profissional e o aprimoramento das habilidades técnicas para melhor atender à população em situação de vulnerabilidade, e foi ministrado pela psicóloga Ana Pincolini, que atua há 15 anos no Suas (Sistema Único de Assistência Social).

No primeiro dia de capacitação, Ana fez uma contextualização histórica do Cras e do Suas, abordando o fortalecimento do equipamento ao longo dos anos e também sobre o trabalho desenvolvido nas unidades, principalmente os serviços do Paif (Proteção e Atendimento Integral à Família).

Para Marjorie Gonçalves, assistente social do Cras Alto da Ponte, a palestra contribui na formação e atualização de conhecimentos. “Nos trouxe uma reflexão do que podemos melhorar e como conhecer melhor o nosso território, porque nós estamos dentro dele, temos o conhecimento, mas muitas vezes não temos um olhar para o que está acontecendo”, disse.

Estrutura

O Cras (Centro de Referência de Assistência Social) é a porta de entrada de famílias em situação de vulnerabilidade para a Política de Assistência Social. São José dos Campos possui onze unidades do Cras, sendo duas referenciadas.

Entre os serviços oferecidos estão o acompanhamento social Paif (Proteção e Atendimento Integral à Família), serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) e serviço de Proteção Social Básica no domicílio, todos consistem em atendimentos e acompanhamentos individualizados ou coletivos, com o objetivo de acolher e entender o contexto, as vulnerabilidades e traçar estratégias para suas superações.

No Cras o usuário também pode:

– Acessar benefícios socioassistenciais;

– Ser atendido e direcionado para outros projetos de Assistência Social;

– Rodas de conversa;

– Oficinas socioeducativas;

– Cadastrar e atualizar o CadÚnico (inscrição necessária para acesso a programas e benefícios das esferas federal, estadual e municipal).

Botão Voltar ao topo