fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Pinda discute políticas públicas na era digital em reunião no Rio de Janeiro

Essa e outras pautas foram discutidas no evento da Associação Nacional das Cidades Inteligentes, Tecnológicas e Inovadoras (Anciti)

O Programa Cidadania Digital é voltado para a população com idade mais avançada que, consequentemente, tem mais dificuldades em atuar com as ferramentas tecnológicas cada vez mais avançadas e também nos bairros periféricos. (Foto: Divulgação)

Pindamonhangaba tem atuado de forma efetiva com ações voltadas para o desenvolvimento de políticas públicas na era digital e, inclusive com o Programa Cidadania Digital. Essa e outras pautas foram discutidas nesta semana no evento da Associação Nacional das Cidades Inteligentes, Tecnológicas e Inovadoras (Anciti), no Rio de Janeiro.

A reunião contou com a presença do secretário de Tecnologia, Inovação e Projetos, Danilo Velloso, secretário de Mulher, Família e Direitos Humanos, João Carlos Salgado, e da diretora de Direitos Humanos Cidinha Pedroso. O prefeito de Pindamonhangaba, Dr. Isael Domingues, que na ocasião estava em Dubai na Cop 28, participou por videoconferência, validando as ações conjuntas que irão beneficiar diretamente a população da cidade.

O Programa Cidadania Digital é voltado para a população com idade mais avançada que, consequentemente, tem mais dificuldades em atuar com as ferramentas tecnológicas cada vez mais avançadas e também nos bairros periféricos. Este assunto, inclusive, foi pauta de uma mesa de discussão na Feira Smart City realizada em Barcelona, na qual o secretário de Direitos Humanos de Pindamonhangaba, João Carlos Salgado, fez o primeiro contato com Marcelo Zender, secretário de Tecnologia da cidade de Niterói, no Rio de Janeiro.

“Encontramos o secretário Zander em Barcelona como palestrante e devido à importância do tema, fiz contato e solicitei a reunião para tratar de Direitos Humanos e, como passa por ações digitais, solicitei a presença do secretário Danilo Velloso. O evento no Rio de Janeiro foi o ponto de encontro para darmos continuidade a essa pauta”, explicou o secretário João Carlos.

Botão Voltar ao topo