fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Oito pessoas são presas durante realização da Operação Integrada Impacto Norte

Objetivo é reforçar policiamento no combate à crimes patrimoniais nos bairros Santana, Vila Guilherme e Carandiru

(Foto: Divulgação/SSP)

A Polícia Militar do Estado de São Paulo desencadeou nesta sexta-feira (8) a Operação Integrada Impacto Norte para reforçar o efetivo policial no combate à criminalidade, principalmente em crimes patrimoniais como roubos e furtos, nos bairros Santana, Vila Guilherme e Carandiru.

Oito pessoas foram presas pela manhã após cumprimento de mandados de prisão expedidos pela Justiça. A revista inicial para o início da ação nas ruas foi realizada no Sambódromo do Anhembi.

“Uma honra receber cada patrulheiro que vai hoje para as ruas. Em dia de operação a gente fala pouco e age bastante. Então só desejo sucesso na missão a vocês”, disse o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Cássio Araújo de Freitas.

A operação que visa aumentar o policiamento preventivo e ostensivo nesses bairros começou hoje pela manhã com a prisão de 8 pessoas e tem previsão de término para às 22h.

“Esclarecemos quatro roubos de carga, além de roubos em estabelecimento e em geral. O resultado está sendo muito positivo”, disse o delegado da Seccional Norte, Ronaldo Tossunian.

A ação conta com o efetivo de 450 policiais militares e 125 viaturas da PM, além de policiais civis da 4º Delegacia Seccional Norte, da Guarda Civil Metropolitana e de agentes da Subprefeitura de Santava/Tucuruvi para reduzir os indicadores criminais da região.

“Os bairros foram escolhidos porque trabalhamos com indicadores que detectaram que nesses locais há focos de delitos específicos que a gente já vem combatendo, mas hoje fazemos uma intensificação para dar um sinal de segurança para toda a comunidade, principalmente na inibição de crimes patrimoniais, que é o objetivo dessa operação”, disse o comandante do CPA/M-3, coronel PM Leandro Navarro.

Botão Voltar ao topo