fbpx

São José: Crianças recebem idosos para brincar e aprender na escola

Troca de experiências foi repleta de momentos de afeto e descobertas. (Foto: Claudio Vieira/PMSJC)

Dona Teresa, 86 anos, fez amizade e passou uma tarde diferente, repleta de histórias, desenhos e afetos ao lado de Eliel, de apenas 6. Oito décadas separam as duas gerações, que foram unidas por meio do carinho e da alfabetização.

O encontro ocorreu numa sala de aula da Escola Municipal de Educação Infantil Aladir Maia Ribeiro Gomes, no Jardim Satélite. A interação é importante para ele na escola e também para ela, que aprende a ler e escrever na Casa do Idoso Sul.

Experiências intergeracionais cercadas por criatividade e brincadeiras são proporcionadas às crianças do pré 2 na rede de ensino municipal por meio do projeto Pedagogia Empreendedora dos Sonhos durante todo o ano, sob a orientação do Cedemp (Centro de Educação Empreendedora).

As ações propostas possibilitam a vivência de valores humanos e características empreendedoras, despertando nos pequenos a capacidade de sonhar e o desejo de realizar de forma lúdica. Mais de 7.500 crianças do pré 2 participam das atividades.

Amor

Durante as aulas do projeto, as turminhas elencaram como sonho coletivo experiências de brincadeiras e visitas de idosos, além de uma ação social envolvendo as famílias dos alunos na arrecadação de itens de higiene para doar ao Asilo Santo Antônio, como forma de reforçar a importância do cuidado e respeito aos mais velhos.

Com apoio da Prefeitura, a escola organizou um encontro com os idosos da Casa do Idoso Sul. Na sala de aula, as diferentes gerações aproveitaram o momento com jogos de memória, brincadeiras, chá da tarde, troca de mensagens e desenhos.

“Eles ficaram super animados com o projeto”, destaca a professora Lidiane Aparecida Mendes. “No encontro com os avós, pudemos ver que a comunidade também se engajou e ficou feliz.”

Melissa Gonçalves Marcondes ficou muito feliz com a visita dos idosos à escola. “Achei legal fazer parte desse projeto. Os idosos são muito importantes para a gente, e eles são legais. Construímos jogo da memória, dos números e da lagarta para brincar com eles na escola.”

“Eu aprendi que é muito legal e importante cuidar dos idosos, eles são queridos”, disse Pedro David Cardoso. “De tudo que tem na escola, o que eu mais gosto é do parquinho e das aulas da Pedagogia dos Sonhos.”

Para Solange Aparecida dos Santos, 65 anos, que participa na Casa do Idoso Sul, a experiência foi emocionante. “É uma semente plantada no coração das crianças, pois no futuro elas terão esse carinho e dedicação com a família, com as avós e avôs.”

Botão Voltar ao topo