fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Aedes aegypti: SP debate novas tecnologias de combate ao mosquito

Encontro técnico discute estratégias de vigilância e controle de arboviroses; ação mira redução da transmissão da dengue, chikungunya e Zika

Encontro técnico discute estratégias de vigilância e controle de arboviroses; ação mira redução da transmissão da dengue, chikungunya e Zika. (Foto: GESP)

Especialistas em saúde estarão reunidos em São Paulo no dia 27 de novembro para discutir o cenário epidemiológico e o uso de novas tecnologias capazes de combater as arboviroses, doenças causadas por vírus transmitidos por mosquitos.

O evento marca o início da Semana de Mobilização Contra o Aedes aegypti, uma parceria da Secretaria de Estado da Saúde (SES) com municípios para ações de eliminação de criadouros do vetor da dengue, Chikungunya e Zika.

Até 17 de novembro de 2023, 276 mortes e 311 mil casos de dengue foram confirmados em todo o Estado. O monitoramento epidemiológico realizado pela SES indica a presença da doença em 97% dos municípios de São Paulo.

Em relação à Chikungunya, há 2,1 mil casos confirmados e 12 óbitos pela doença. Também em todo o estado, há 5 casos de Zika confirmados, sem mortes.

Botão Voltar ao topo