fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Prefeitura abre Casa Santos Dumont ao público em São José dos Campos

A Casa Santos Dumont também retrata de forma lúdica, acessível e informativa personagens importantes da história da aeronáutica brasileira; abertura oficial será dia 22. (Foto: Claudio Vieira/PMSJC)

A Prefeitura de São José dos Campos abriu a “Encantada – Casa de Santos Dumont” para a população na tarde desta quarta-feira (22). Localizada dentro do parque de mesmo nome, na região central da cidade, a réplica da casa original, que foi a residência de Alberto Santos Dumont em Petrópolis (RJ) entre 1918 e 1932, foi revitalizada para proporcionar aos visitantes uma experiência educativa e imersiva cercada de história.

A abertura aconteceu em um evento oficial para convidados, autoridades e representantes das escolas municipais.

A Encantada

Desde a fachada até o telhado, cada detalhe da Casa de Santos Dumont passou por revitalização e pintura para a preservação do patrimônio histórico e cultural.

A réplica da residência tem objetos, atrações interativas e exposições que revelam a personalidade de Dumont, e poderá ser visitada por estudantes da cidade, além do público em geral, interessado em conhecer mais sobre as grandes descobertas que inspiram gerações.

São José dos Campos é conhecida por ser a Cidade da Aviação e recebe a réplica “A Encantada” dentro do parque dedicado ao pai da aviação.

A ABCAer (Associação Brasileira de Cultura Aeroespacial) ficou responsável pela obra entre os anos de 2006 e 2012, tendo parceria do DCTA (Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial) e da Petrobrás. Os membros da Associação conheceram a Encantada original, em Petrópolis, e construíram a estrutura do prédio, com vigas metálicas e madeiras tratadas e certificadas, além de rampa para acesso, janelas, escadas, deck das varandas, portas e janelas. Recentemente foi revitalizada pela Prefeitura para ser aberta à população.

A Casa conta com um acervo rico, composto por diversos objetos, como o famoso chapéu Panamá, livros, cartas, fotografias e mobiliário, sendo grande parte projetado pelo próprio Santos Dumont.

O pequeno chalé, em estilo alpino, reflete a personalidade de invenção de Alberto Santos Dumont. No interior, é possível encontrar réplicas das invenções originais, como o chuveiro, localizado no quarto de dormir, e a escada de entrada, cujos degraus têm a forma de raquetes, e também espaço interativo para que os visitantes possam ter uma experiência única ao explorar as invenções desse renomado pioneiro.

A Casa Santos Dumont também retrata de forma lúdica, acessível e informativa personagens importantes da história da aeronáutica brasileira, como: Santos Dumont, Casimiro Montenegro Filho, criador do ITA e do DCTA, e Ozires Silva, presidente e cofundador da Embraer.

O Pai da Aviação

Alberto Santos Dumont nasceu há 150 anos, no dia 20 de julho de 1873, no sítio Cabangu, na cidade de Palmira (MG), que hoje carrega seu nome. Filho de Francisca Paula Santos e de Henrique Dumont, um engenheiro e importante plantador de café, Santos Dumont teve cinco irmãs e dois irmãos.

(Foto: reprodução)

Engenheiro, aviador e inventor, Santos Dumont teve uma vida dedicada aos estudos. Inventou o chuveiro de água quente, o relógio de pulso, os dirigíveis, balões e o primeiro avião da história, o 14-Bis! Alberto Santos Dumont faleceu no dia 23 de julho de 1932, aos 59 anos.

Funcionamento

De segunda a sexta-feira, das 8h30 às 12h, e das 13h30 às 16h30, dividido em grupos e por ordem de chegada. Visita monitorada.
Entrada gratuita.
Endereço: Parque Santos Dumont, R. Eng. Prudente Meireles de Morais, 1000 – Vila Adyana

Botão Voltar ao topo