fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Porsche Cuptem Nicolas Costa e Eduardo Taurisano na liderança em Interlagos

Pilotos da Carrera Cup e da Sprint Challenge aproveitam único treino livre da etapa para adaptação aos carros sem lastro e a borracha da F1 na pista

(Foto: Divulgação)

Assim os competidores da Porsche Cup C6 Bank Mastercard definiram a participação nos treinos livres desta sexta-feira em Interlagos, para a etapa que definirá os campeões de sprint em 2023.

Mais uma vez no evento-suporte da F1, os carros de competição mais produzidos no planeta aceleram nesta etapa sem o lastro de sucesso que acompanha os líderes do campeonato desde a etapa 2. Outra novidade é a pista muito emborrachada pelos pneus da F1, o que muda referências como os pontos de frenagem e permite aos carros carregar mais velocidade nas curvas.

Com apenas meia hora de treino para tirar o máximo dessa nova condição, os pilotos permaneceram na pista o máximo tempo possível. No fim do dia, liderança para Nicolas Costa na Carrera Cup e Eduardo Taurisano na Sprint Challenge.

Neste sábado o desafio segue respeitável. Os competidores vão para a pista pela manhã, diretamente para o treino classificatório. Novamente serão 30 minutos para cada classe, com os pilotos destinados a cravar ao menos duas voltas rápidas: o melhor tempo de cada um no quali define os grids de domingo, com a segunda volta mais veloz orientando a formação do grid para as corridas da tarde de sábado.

As quatro provas do fim de semana têm transmissão ao vivo pela Band e canais Sportv.

Os treinos

publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒  

Carrera Cup

A umidade subiu consideravelmente antes da abertura de box e nuvens carregadas eram vistas sobre alguns setores de Interlagos quando foi aberto o box para os carros da geração 992.

Depois de voltas de adaptação, os tempos começaram a cair e logo despontou o #999, do líder do campeonato Nicolas Costa. Ele era o único na casa de 1:39 com cinco minutos de sessão, seguido por Peter Ferter (liderando na Sport), Georgios Frangulis, Alceu Feldmann e Miguel Paludo.

O heptacampeão então assumiu a liderança, com 1:37.529 em sua quarta passagem e, na seguinte, vinha ainda mais veloz com os dois primeiros trechos roxos quando pegou trânsito na última parte da pista.

Transcorridos dez minutos do treino, Paludo sustentava a liderança. Costa vinha em segundo, seguido por Rodrigo Mello, Lineu Pires (liderando na Sport) e Franco Giaffone. O melhor Rookie era Bruno Campos, em 16º no geral.

Na marca de 15 minutos de treino, as marcas de Paludo e Costa seguiam no topo da tabela de tempos, nesta ordem. Werner Neugebauer vinha em terceiro, com Rodrigo Mello e Alceu Feldmann completando o top5. Em sexto, Pires era o melhor Sport, enquanto a liderança da Rookie seguia com Campos, em 17º na metade do treino livre.

A sessão foi então interrompida com bandeira vermelha, prejudicando um bom início de volta de Marçal Müller que havia anotado o primeiro trecho roxo.

O cronômetro regressivo não parou, e os carros voltaram para o asfalto de Interlagos com menos de 10 minutos restando até a bandeirada.

A cinco minutos da bandeirada, Costa reassumiu a liderança com 1:36.881. Muller saltou para segundo lugar, à frente de Paludo e Neugebauer. E Ferter retornou ao top5.

Faltando dois minutos para a quadriculada, Paludo cravou o melhor primeiro setor da pista, ma perdeu tempo nos outros dois, permanecendo em terceiro.

Poucos carros conseguiram evoluir na volta da bandeirada. Mas entre eles o destaque foi Chico Horta, colocando o #77 em quinto no geral para ser líder na Sport.

Com 1:36.881, Costa ficou com a melhor volta. Muller veio a seguir, à frente de Paludo. Neugebauer e Horta completaram o top5. Em 19º, Paulo Sousa foi o melhor na classe Rookie.

Sprint Challenge

Com apenas uma sessão de treino livre para ajustar suas máquinas para o quali e a corrida de sábado, os pilotos logo trataram de acelerar em Interlagos.

Principais postulantes ao título, Marcelo Tomasoni e Antonella Bassani logo baixaram da marca de 1:43, no que foram seguidos por Eduardo Taurisano, destaque da segunda metade da temporada.

Na quarta volta, os carros dos líderes começaram a registrar voltas na casa de 1:41, com Taurisano liderando e Antonella, Sadak Leite, Sebá Malucelli e Antonio Junqueira completando o top5.

Após 10 minutos de sessão, a liderança era de Antonella, com 1:41.060. Taurisano vinha a seguir. Depois Tomasoni, Leite (liderando na Sport) e Malucelli. Pela Rookie, o melhor tempo era de Celio Brasil, em oitavo no geral.

Antes da metade da sessão, Taurisano melhorou sua marca, mas ficou a 0.002s aquém do tempo de Antonella. Tomasoni era terceiro 0.105 atrás da concorrente.

Então o competidor do carro #88 fez uma volta precisa, para registrar 1:39.868 e assumir novamente o topo da tabela de tempos. Gustavo Zanon, em quarto, era o líder na Sport no início da segunda metade do treino.

Depois de quase todos os competidores passarem pelos pits, os dez minutos finais de treino foram frenéticos em Interlagos.

Malucelli foi o primeiro a extrair o máximo do seu set de pneus e assumiu o segundo lugar, ainda quase 1s atrás da marca de Taurisano. Era o melhor carro da classe Sport a cinco minutos da bandeirada.

Com mais de dois minutos ainda restando no cronômetro regressivo do treino, Taurisano recolheu seu carro para o box após 14 voltas percorridas ao todo. Antonella era segunda colocada, com Malucelli em terceiro, Tomasoni e quarto e Josimar Junior em quinto. Pela classe Rookie, a liderança permanecia com Celio Brasil, então em oitavo lugar no geral.

As principais mudanças na volta da bandeirada foi a evolução de Zanon, desbancando Josimar pelo quinto lugar no geral pela margem de 0.012s. Mas o #77 logo deu o troco, não apenas recuperando sua posição no top5 como tirando o quarto lugar de Tomasoni.

No fim da única sessão do dia, liderança para Taurisano, com Antonella em segundo. Melhor Sport na sessão, Malucelli, Josimar e Tomasoni, nesta ordem, completaram o top5. Em oitavo, Celio Brasil confirmou a condição de melhor Rookie da sessão.

O que eles disseram:

“Foi um ótimo início. A pista está muito diferente do que encontramos durante todo o ano na Porsche Cup. A borracha que a Fórmula 1 deixa na pista muda muito o comportamento do carro e também o padrão de desgaste dos pneus. Vamos fazer uma boa estratégia para o quali e veremos o que pode acontecer.

O lastro de sucesso não é benéfico durante o ano todo, exceto em situações de grandes descidas, ele não ajuda em absolutamente nada, sobrecarrega os componentes do carro e estar sem ele é importante.”

Nicolas Costa

“Treino é treino e o que vai definir as posições de largada é o sábado. Isso mostra que estamos indo bem e estamos confiantes em repetir o feito da última etapa aqui em Interlagos.”

Eduardo Taurisano

Foi um início positivo para o final de semana. Recebemos a bandeira vermelha com um dos setores roxos. Todos iriam passar pneu na sequência, mas decidimos fazer isso logo e não correr nenhum risco. Tivemos uma volta boa, mas um pequeno erro no setor 1 atrapalhou um pouco. Queria dar apenas uma volta com esse pneu, então nem tentei a segunda. Foi um tempo satisfatório, vamos tentar melhorar para amanhã e conseguir sair na frente. Vamos torcer também para conseguir disputar o título, que é muito difícil, mas brigar pelo vice-campeonato.”

Marçal Muller

“Eu adoro a etapa da Fórmula 1 por poder andar sem o lastro extra. Nós andamos a temporada toda com o peso adicional no carro e subir a reta sem o peso extra é ótimo. O comportamento do carro foi o que esperávamos, um pouco dianteiro e infelizmente não consegui fechar uma boa volta com pneu zero. Ainda temos coisas para trabalhar, mas o balanço do carro está muito bom. Vamos fazer os ajustes necessários para duas voltas no classificatório amanhã.”

Miguel Paludo

“Consegui ler bem a pista, na Fórmula 1 o traçado fica muito diferente pelas reformas e pela borracha. Precisamos nos readaptar ao traçado e o segredo é conseguir interpretar a pista e essa foi a chave do sucesso na última volta.”

Francisco Horta

“A sexta-feira começou complicada, mas terminou muito bem para nós e ainda tem muito tempo pela frente. Não consegui encaixar a volta perfeita e acho que ainda da para melhorar. A pista tem muito grip por causa da Fórmula 1, o ponto de frenagem está uns 20 metros mais para frente. Se tivesse encaixado minha volta, conseguiria entrar na casa dos 01:37.”

Paulo Sousa

“Consegui chegar aqui muito confiante para essa etapa aqui em Interlagos. Sabia que era veloz desde a última etapa em Termas de Río Hondo e estou confiante na disputa do campeonato. Meu principal concorrente ficou atrás de mim hoje, e isso é um sinal de que começamos com o pé direito. Vamos ver se conseguimos melhorar mais algumas coisas no carro e na pilotagem pensando no quali. Tenho uma vantagem que consigo virar voltas muito parecidas e isso vai ser importante para mim e espero que dê tudo certo.”

Antonella Bassani

“A pista está muito diferente. Com os meses de autódromo fechado para a preparação para a Fórmula 1, a situação mudou muito. Tivemos que achar o equilíbrio ao longo do treino e ir ajustando o que fosse preciso. Alguns setores estavam emborrachados e outros sem grip nenhum. Conseguimos testar três ajustes diferentes. Vamos com tudo para encaixar amanhã que é onde precisamos encaixar.”

Marcelo Tomasoni

Resultados
Carrera Cup
1. #999 – Nicolas Costa 1:36.881
2. #544 – Marçal Müller +0.058
3. #7 – Miguel Paludo +0.337
4. #8 – Werner Neugebauer +0.444
5. #77 – Francisco Horta* +0.745
6. #56 – Peter Ferter* +0.825
7. #70 – Lucas Salles* +0.856
8. #1 – Alceu Feldmann +1.043
9. #800 – Raijan Mascarello* +1.099
10. #29 – Rodrigo Mello +1.161
11. #199 – Nelson Marcondes* +1.272
12. #888 – Lineu Pires* +1.363
13. #17 – Ricardo Fontanari* +1.425
14. #3 – Franco Giaffone* +1.485
15. #88 – Georgios Frangulis* +1.495
16. #85 – Eduardo Menossi* +1.504
17. #87 – Nelson Monteiro* +1.532
18. #555 – Ayman Darwich* +1.542
19. #25 – Paulo Sousa** +1.668
20. #33 – Bruno Campos** +1.748
21. #15 – Leonardo Sanchez** +1.785
22. #14 – Carlos Campos** +1.867
23. #27 – Josimar Junior* +2.008
24. #9 – Edu Guedes** +2.165
25. #121 – João Barbosa** +2.281
26. #84 – Gustavo Farah** +2.685
27. #99 – Nasser Aboultaif** +2.708
28. #74 – Piero Cifali** +2.894
* Sport/ ** Rookie

Sprint Challenge
1. #88 – Eduardo Taurisano 1:39.868
2. #72 – Antonella Bassani +0.426
3. #100 – Sebá Malucelli* +0.969
4. #77 – Josimar Junior +1.227
5. #5 – Marcelo Tomasoni +1.297
6. #33 – Gustavo Zanon* +1.350
7. #21 – Miguel Mariotti +1.600
8. #139 – Célio Brasil** +1.627
9. #66 – Sadak Leite* +1.632
10. #71 – SangHo Kim* +1.849
11. #16 – Antonio Junqueira* +1.887
12. #133 – Israel Salmen* +2.061
13. #55 – Marco Tulio** +2.093
14. #15 – Artur Ramos* +2.617
15. #7 – Luiz Souza** +3.102
16. #19 – Walter Lester* +3.171
17. #38 – Eric Santos** +3.435
18. #99 – Wagner Pontes** +3.579
19. #9 – Cláudio Reina** +4.010
20. #44 – Giuliano Bertucelli** +4.237
21. #10 – Américo Lanzoni** +5.809
22. #3 – Cristian Mohr +11.948
* Sport/ ** Rookie

Etapa 8 – Grande Prêmio de São Paulo – Cronograma:
Sábado, 04 de novembro:
07:50 – Classificação – Sprint Challenge
08:45 – Classificação – Carrera Cup
12:30 – Corrida 1 – Sprint Challenge (25 minutos +1 volta)
13:35 – Corrida 1 – Carrera Cup (25 minutos +1 volta)

Domingo, 05 de novembro:
08:45 – Corrida 2 – Sprint Challenge (25 minutos +1 volta)
09:40 – Corrida 2 – Carrera Cup (25 minutos +1 volta)

Sobre a Porsche Cup C6 Bank Mastercard
Maior evento de GT da América Latina, a Porsche Cup C6 Bank Mastercard realiza campeonatos no Brasil desde 2005. É a maior categoria monomarca e monogestão do País, mandando para a pista a cada evento cerca de 40 carros, rigorosamente idênticos.

Os modelos usados na categoria são o Porsche 911 GT3 Cup, das gerações 992, 991-2 e 991-1. É o carro de competição mais produzido e vendido no mundo, realizando corridas tanto em eventos-suporte de categorias como F1, 24H de Le Mans, IMSA etc, quanto em eventos proprietários.

No Brasil o campeonato tem nove etapas, sendo seis de sprint (com duas corridas de até 30 minutos cada) e três de endurance, com provas de 300 a 500 km nas quais os pilotos formam tripulações de duplas ou trios.

Botão Voltar ao topo