fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

São José apresenta sistema de monitoramento de áreas de risco

Durante a reunião foram apresentados os indicadores de criminalidade. (Foto: Adenir Britto/PMSJC)

A Prefeitura de São José dos Campos apresentou, na segunda-feira (30), durante a reunião do programa São José Unida, o novo sistema de monitoramento de áreas de risco, com estações meteorológicas, que será utilizado pela Defesa Civil da cidade na próxima Operação Verão.

A expectativa é que os equipamentos sejam instalados em 90 dias pela empresa vencedora da licitação. “As estações meteorológicas, além de nos dar o volume exato de chuva, vão emitir alertas por SMS e se necessário, com acionamento de sirenes para evacuação das comunidades que podem ter esse número elevado de chuva. Tudo isso permitirá que a Defesa Civil atue com ainda mais eficiência nas ações preventivas e de resposta”, destaca o supervisor da Defesa Civil, Orlando Santos.

Segurança

O encontro também serviu para a apresentação dos indicadores de criminalidade dos últimos meses, bem como o alinhamento de estratégias para melhorar ainda mais a segurança pública da cidade, que é referência no país. Participaram os comandos das polícias Civil, Militar, Federal, Científica, Rodoviária Estadual e Federal, Bombeiros, Detran e os órgãos da Prefeitura.

O diretor do Núcleo de Perícias Técnico-Científicas de São José dos Campos, Silvio Luís Ramos Garcez, também fez uma apresentação sobre as drogas K e o trabalho da Polícia Científica na identificação desses entorpecentes de alto impacto físico e psicológico, conhecidos como efeito “zumbi”. Clique aqui e confira a cartilha sobre o assunto produzido pelo Programa São José Unida.

Já o comandante da Polícia Militar, responsável pela Base de Aviação de São José dos Campos, Major Rui Paulo Galletti, apresentou a estrutura do Grupamento Aéreo – equipe do helicóptero Águia – que atende as ocorrências policiais, de salvamento e resgate, além de transporte de órgãos para transplante, não só na cidade como também toda a região do Vale do Paraíba.

Indicadores

Nos últimos sete anos, com o São José Unida e investimentos em inteligência artificial na criação do CSI (Centro de Segurança e Inteligência), os índices mantêm queda acentuada.

Na comparação 2023-2016 (antes da criação do Programa São José Unida), de janeiro a setembro de cada ano as reduções foram as seguintes: homicídios 44,6%, roubos de veículos 78,7%, roubos em geral 72,1% e furtos de veículos 45,5%, segundo os números da série histórica da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo.

Botão Voltar ao topo