fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

São José: Escola da Vila Tesouro incentiva plantio de árvores frutíferas

Alunos da professora Larissa Chabchoul plantaram pitanga, grumixama e cereja-do-rio-grande. (Foto: Divulgação/PMSJC)

Um grupo de 22 alunos da Emei Domingos de Macedo Custódio, na Vila Tesouro, região leste de São José dos Campos, vivenciou uma tarde especial nesta quarta-feira (25).

Os alunos do Pré 2, que estão a caminho do Ensino Fundamental, irão deixar um legado para a escola e para as crianças da unidade: árvores frutíferas típicas dos biomas locais (Mata Atlântica e Cerrado).

Os pequenos, apoiados por profissionais da Secretaria de Urbanismo e Sustentabilidade, realizaram o sonho coletivo de plantar árvores frutíferas no parque da escola. A atividade integra o projeto Pedagogia Empreendedora dos Sonhos.

Com olhares atentos e as mãozinhas cheias de terra, os alunos da professora Larissa Chabchoul plantaram pitanga, grumixama e cereja-do-rio-grande. Um aprendizado que irão levar para o resto da vida!

“Quando começar a dar fruta, quero levar para casa”, disse a pequena Maria Eva, de 6 anos.

Apoio

A orientadora pedagógica Gabriela Fróes explicou que os alunos receberam todas as orientações de um técnico da Prefeitura.

“A professora Larissa antecipou com as crianças que elas iriam receber a visita do biólogo para auxiliá-las no plantio. Quando chegaram ao local onde estavam as mudas, todas queriam ‘jogar’ um pouquinho de terra. A cada berço que estava recebendo as mudas foi uma satisfação para elas. O sorriso das crianças após o plantio foi gratificante para nós, enquanto equipe, pois as crianças do Pré 2 deixaram um pouquinho de cada uma naquela terra”, afirmou.

Pomares

O programa “Pomares Nativos Educativos” visa constituir pomares de árvores frutíferas nativas, típicas dos biomas locais (Mata Atlântica e Cerrado) em diversas regiões da cidade, resgatando o contato da comunidade com os frutos da nossa região.

Os pomares têm um componente educativo, educando as crianças sobre a importância dessas espécies para a dinâmica ambiental local, contribuindo assim para o equilíbrio ecológico na cidade. Ao todo, já foram plantados 53 pomares pelo programa.

Botão Voltar ao topo