fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Rebeca Andrade conquista mais um ouro no Pan, agora na trave

João Victor Oliva é prata no hipismo adestramento

Virou rotina em Santiago (Chile) ver Rebeca Andrade no pódio. Um dia após terminar em primeiro na prova de salto sobre a mesa dos Jogos Pan-Americanos, a brasileira conquistou, nesta quarta-feira (25), a medalha de ouro na trave, em prova na qual Flávia Saraiva ficou com a prata e a canadense Ava Stewart com o bronze.

“Estou muito feliz e orgulhosa, por ter vindo para cá após um Mundial tão longo e ter conseguido fazer boas séries, boas apresentações, de me sentir preparada para subir e fazer o que tem que fazer. Foi uma ótima experiência em meu primeiro Pan-Americano.

Do que reclamar? Não tenho o que falar. Estou feliz demais”, afirmou Rebeca, que, além dos ouros na trave e no salto sobre a mesa, conquistou pratas nas barras assimétricas e na prova de equipe.

Após brilhar na trave Flávia Saraiva conquistou mais uma prata, desta vez no solo, ficando atrás apenas da norte-americana Kaliya Lincoln.

Na disputa masculina, Arthur Nory conquistou o ouro na barra fixa, em disputa na qual Bernardo Miranda garantiu a prata e o canadense Rene Cournoyer terminou em terceiro. Nory também subiu ao pódio no salto, mas para receber a medalha de prata.

Prata no hipismo adestramento
A quarta-feira também foi histórica para o hipismo adestramento, modalidade na qual João Victor Oliva conquistou uma prata na disputa realizada na Escola de Equitação do Exército em Quillota.

Montando Feel Good, o brasileiro conquistou a medalha com 86,160% no GP Freestyle. Até hoje, a única medalha individual do Brasil na modalidade era do cavaleiro Orlando Facada, bronze no Pan de Caracas, em 1983.

“Estou muito contente. A primeira palavra que me ocorre é alegria. Estou muito feliz com o Feel Good, com o qual trabalho desde que era muito novinho, sempre acreditei nele, assim como com meu pai Victor Oliva e com o treinador Norbert van Laak. Estamos colhendo frutos do nosso trabalho de muito tempo”, declarou o cavaleiro.

Botão Voltar ao topo