fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Mirassol e Guarani ficam no empate pelo Brasileiro da Série B

(Foto: Raphael Silvestre/Guarani FC)

Em um dos duelos paulistas na 33ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, Mirassol e Guarani não balançaram as redes do Campos Maia nesta sexta-feira.

A dupla fez um jogo de muito equilíbrio, mas acabaram tendo suas pretensões no campeonato frustradas, já que perderam a chance de ingressarem no G4 (grupo de acesso).

Com o resultado, o Guarani segue em quinto lugar, com 55 pontos, empatado com o Juventude porém em desvantagem no critério de desempate. Já o Mirassol continua em sétimo, com 53 e perdeu uma sequência de quatro vitórias seguidas.

Com a chance de seguir na briga pelo acesso em jogo, Mirassol e Guarani foram cautelosos até demais na primeira etapa. Com mais medo errar, os times pouco produziram. Na condição de mandante, o Mirassol teve um pouco mais de iniciativa. Insistindo em jogadas de linhas de fundo, o time quase não ameaçou o goleiro Pegorari. Sua referência no ataque, Zé Roberto pouco foi acionado e teve que sair da área para buscar o jogo.

Já o Guarani priorizava mais a posse da bola, trocando passes na linha defensiva. No ataque, buscou explorar o jogo aéreo, em cobranças de faltas e escanteios, porém todas sem sucesso. Apesar de movimentada, o duelo foi marcado pelo equilíbrio e com muita disputa no meio de campo, mas o times foram para os vestiários sem finalizarem um chute ao alvo.

A segunda etapa voltou com o mesmo panorama. O equilíbrio na posse de bola ditava o ritmo de jogo, que, apesar de poucas finalizações, era um jogo movimentado.

Aos 11 minutos, o duelo paulista teve sua primeira finalização a gol e foi do Guarani. João Victor tocou para Lucas Araújo que chutou rasteiro para a defesa de Muralha. O Mirassol respondeu com Guilherme Biro, que apareceu na segunda trave, mandou para o meio, mas ninguém aproveitou.

Com o passar do tempo, as equipes resolveram arriscar mais. Pelo lado dos donos da casa, Gabriel mirou o ângulo de Pegorari.

Já pelos visitantes, Bruno José quase encobriu Muralha. Na reta final, o cansaço foi tomando conta dos times, que começaram a errar na hora de concluir as jogadas. Nos acréscimos, Julimar até chegou a balançar as redes, mas o atacante dominou com o braço antes de concluir e o empate persistiu no Campos Maia.

Na próxima rodada, os times seguem fazendo confrontos paulistas. Na próxima sexta-feira (27), às 21h30, o Guarani recebe o Botafogo-SP, no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas. Já o Mirassol atua no sábado, às 15h30, contra o Ituano, no Novelli Júnior, em Itu.

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo