fbpx

Brasil e Venezuela ficam no empate em Cuibá pelas Eliminatórias

Casemiro teve bastante trabalho contra os venezuelanos. (Foto: Vitor Silva/CBF)

Em sua primeira partida oficial em Cuiabá, a Seleção Brasileira empatou com a Venezuela por 1 a 1 na noite desta quinta (12), na Arena Pantanal, na capital do Mato Grosso.

Com o resultado, a equipe se manteve invicta nas Eliminatórias para o Mundial da Copa de 2026, mas agora está em segundo lugar, com sete pontos, atrás da Argentina, que tem nove.

O zagueiro Gabriel Magalhães fez o gol do time brasileiro, o seu primeiro com a camisa da Seleção. Nos minutos finais, Bello, de meia-bicicleta, conseguiu o empate.

O jogo

No primeiro tempo, a Seleção Brasileira teve muitas dificuldades para furar a retranca da Venezuela. Chegava poucas vezes com perigo à meta adversária. Por isso, o time preferiu arriscar chutes de fora da área.

Foi assim com Neymar, aos 2 e 12 minutos. Rodrygo fez o mesmo aos 19, e Casemiro também tentou aos 39. Em três dessas finalizações, o goleiro Romo fez a defesa.

Juntos

No melhor estilo de Fernando Diniz, a Seleção mostrou mais uma vez sua nova característica: a de concentrar jogadores num mesmo setor na hora de atacar.

Vinícius Júnior e Rodrygo, por exemplo, apareceram muitas vezes lado a lado pela esquerda, sempre com o apoio de Neymar e Richarlison, em busca de tabelas rápidas que envolvessem a zaga da Venezuela.

Vantagem

O gol brasileiro surgiu após cobrança de escanteio feita por Neymar, aos 4 minutos do segundo tempo. Gabriel Magalhães se antecipou ao marcador e completou de cabeça. Com o placar favorável, a Seleção teve chances de ampliar, pois obrigou a Venezuela a abrir mão de sua força defensiva.

No entanto, a Seleção pecava nas finalizações. O jogo ficou aberto, solto no meio de campo, e a Venezuela conseguiu o empate num chute com estilo de Bello, aos 39 minutos, num lance que surpreendeu a zaga do Brasil.

Escalação

O Brasil jogou com: Ederson; Danilo (Yan Couto), Marquinhos, Gabriel Magalhães e Guilherme Arana; Casemiro (André), Bruno Guimarães (Gerson) e Neymar; Rodrygo, Richarlison (Gabriel Jesus) e Vinícius Júnior (Matheus Cunha). Técnico: Fernando Diniz.

Agenda

Agora, a Seleção vai enfrentar o Uruguai, na terça-feira (17), às 21 horas, em Montevidéu, pela quarta rodada das Eliminatórias.

Botão Voltar ao topo