fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Santos vence o Palmeiras de virada e se afasta do Z-4

O Santos foi à Arena Barueri, em Barueri, enfrentar o Palmeiras pela 26ª rodada para tentar engatar a terceira vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro. E conseguiu o triunfo no Clássico da Saudade -2 a 1, de virada, gols de Tomás Rincón e Marcos Leonardo após Zé Rafael abrir o placar.

O resultado levou os visitantes momentaneamente para a 14ª colocação, com 30 pontos, o mesmo do Cruzeiro. O Bahia, com 28, é o primeiro fora da zona de rebaixamento, composta por Vasco e Goiás, com 27, América Mineiro, com 18, e Coritiba, com 17. Cuiabá e Internacional, com 32, e Corinthians, com 31, seguem ameaçados de queda.

Já os mandantes ficam ainda mais distantes do título nacional. Permanecem com 44 pontos, o mesmo de Grêmio e Flamengo. Botafogo, com 55, e Red Bull Bragantino, com 45, que ainda entra em campo na rodada, estão nas primeiras colocações. A disputa por vagas para a Libertadores tem ainda Fluminense, com 41, Atlético Mineiro e Athletico Paranaense, com 40, e Fortaleza, com 39.

O primeiro tempo foi movimentado, com o Palmeiras sendo mais ameaçador. Logo aos quatro minutos, Mayke recebeu quase na linha de fundo pelo lado direito e cruzou para trás; Kevin chegou finalizando firme, mas Rony acabou atrapalhando e desviando a bola.

Pouco depois, aos seis, Raphael Veiga ficou livre e arriscou de fora da área. A bola saiu com perigo. A resposta do Santos veio aos dez. Kevyson arriscou e colocou Weverton para trabalhar. No lance seguinte, Endrick carimbou o travessão e ficou perto de abrir o placar para os palestrinos.

O jogo ficou um pouco mais frio, apesar do controle alviverde. O Palmeiras voltou a assustar aos 25 e aos 26. Primeiro, Endrick fez lindo giro para cima de João Basso e finalizou forte. João Paulo precisou aparecer e conseguiu boa defesa. Na sequência, Murilo cabeceou para fora após escanteio.

Aos 29, João Paulo voltou a aparecer. Dessa vez, em tentativa dentro da área de Kevin. Aos 34, Gabriel Menino desperdiçou ótima jogada. Ele recebeu linda ajeitada de Rony e bateu de primeira, mas não pegou em cheio, e a bola saiu raspando a trave esquerda.

Os gols acabaram saindo mesmo nos minutos finais da etapa inicial. Aos 42, Gabriel Menino cruzou falta com veneno, e Zé Rafael deu leve desvio e abriu para os mandantes. Já aos 46, Jean Lucas cobrou escanteio, Joaquim desviou, e Tomás Rincón apareceu livre para cutucar para dentro e fazer 1 a 1.

A etapa complementar foi também eletrizante. Começou com o Santos levando perigo logo aos dois minutos. Weverton apareceu bem para defender chute de Marcos Leonardo. Pouco depois, aos sete, o goleiro palmeirense quase se complicou em tentativa de muito longe de Nonato.

O arqueiro palestrino apareceu salvando aos 11, evitando que Morelos rolasse a bola para Marcos Leonardo virar o placar. O gol da vitória alvinegra saiu aos 25. João Paulo quebrou no ataque, Marcos Leonardo ajeitou para Maxi Silvera, que devolveu para Marcos Leonardo bater para dentro e garantir a virada santista.

O Palmeiras ainda quase empatou aos 36, em cabeceio de Rony que acabou indo para fora. O Santos ficou perto de voltar a marcar. Aos 42, Weverton fez duas ótimas defesas em sequência, parando Julio Furch e Maxi Silvera. Ainda deu tempo de Rony, aos 48, desperdiçar a chance derradeira para o Palmeiras.

O futebol nacional agora entra em uma pausa para a disputa de mais duas rodadas das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2026. Por isso, as duas equipes voltam a campo apenas na noite de quinta-feira (19).

O Palmeiras recebe o Atlético Mineiro, no Allianz Parque, em São Paulo, às 19h. Um pouco depois, às 20h, o Santos encara o Red Bull Bragantino, na Vila Belmiro, em Santos.

Botão Voltar ao topo