fbpx

Artistas de Caraguatatuba participam do filme “Meu Nome é Gal”

O longa estreia dia 12 de outubro nos cinemas de todo o país e conta com a participação de Alexandre Manz e Thifany Felix

(Foto: Divulgação/PMC)

A cidade de Caraguatatuba, conhecida por sua rica cena artística, tem mais um motivo para se orgulhar. Dois artistas da cidade participam do filme “Meu Nome é Gal” e a estreia está marcada para o dia 12 de outubro nos cinemas de todo o país.

A trama de “Meu Nome é Gal” é uma homenagem à trajetória de Gal Costa, narrando a vida e a carreira da icônica cantora, abordando desde seus primórdios na efervescente cena musical da década de 1960, até sua consagração como uma das maiores vozes da MPB.

Com uma carreira que abrange diversos campos artísticos, Alexandre Manz tem se destacado não apenas como músico, mas também como modelo e ator.

Talento local, Manz é baixista da Gaijin Sentai, maior banda de Geek Rock da América Latina, com a qual ele realizou cinco turnês pela Europa, América Latina e Japão, conquistando fãs e admiradores por onde passou. Essa experiência internacional contribuiu significativamente para sua trajetória artística.

Também emprestou sua voz para a dublagem do espetáculo japonês “Ultramen”, durante sua passagem pelo Rio de Janeiro e São Paulo em 2018 e 2019. Alexandre comenta que essa participação marcou sua carreira, ao explorar diferentes formas de expressão artística como ator e dublador.

Recentemente, participou do elenco principal da série de comédia Sci-Fi “Dengue Alien”, com o personagem guerreiro extraterrestre Raiz Quadrada de Y Raio Alpha Gamma, contracenando com a atriz Rita Cadillac. O projeto “Dengue Alien” foi pré-selecionado para a seção Carte Blanche, no Festival de Filmes em Locarno, na Suíça, em categoria destinada a projetos brasileiros em fase de execução.

A participação de Alexandre Manz em “Meu Nome é Gal” destaca a riqueza do talento local, reforçando Caraguatatuba como um celeiro de artistas brilhantes que contribuem significativamente para o cenário cultural do país. Seu trabalho e dedicação à arte têm sido uma fonte de inspiração para jovens artistas da região.

Falando sobre sua participação no filme “Meu Nome é Gal”, Manz compartilhou sua empolgação, afirmando que “foi incrível participar deste projeto, ter a oportunidade de trabalhar ao lado de talentos tão brilhantes do cinema nacional foi uma experiência única em minha carreira”.

A estreia do longa-metragem está marcada para o dia 12 de outubro nos cinemas de todo o país. Confira as redes sociais de Alexandre Manz: https://www.instagram.com/alexandremanz.

Thifany Felix também participou da gravação do longa-metragem “Meu nome é Gal”. Sua personagem, que inicialmente era figurante, acabou chamando a atenção dos diretores e teve falas durante o filme.

Ela foi contratada para fazer o casting local para a produtora, quando parte das filmagens tiveram início em São Sebastião, no Porto Grande Hotel. Ficou sob sua responsabilidade encontrar atores e figurantes com as características necessárias.

“Precisavam também de travestis e transexuais para vários papéis e trabalhei na região atrás desses perfis. Foi uma experiência muito bacana estar em contato com uma grande produção, artistas de renome no cenário nacional. Estamos bastante ansiosos para assistir o longa”, enfatiza Felix.

Thifany tem uma trajetória artística bem diversificada, participou do programa do Sérgio Malandro “A Casa dos Desesperados”, é modelo e manequim profissional formada pela Joyce Agência de Modelos, realizou eventos como o Beldades Ubatuba e teatro amador por muitos anos em Ubatuba. Faz apresentações artísticas em eventos.

Durante a pandemia produziu dois audiovisuais sobre a Melhor idade dos LGBTs e sobre inclusão, via edital da Aldir Blanc.

Essa vertente artística caminha lado a lado com sua vocação profissional na área médica, onde está se especializando, já foi auxiliar e técnica e hoje cursa enfermagem.

Também já foi candidata à prefeita de Caraguatatuba em 2016, conselheira no CONDEF Conselho da Pessoa com Deficiência e atualmente é suplente de conselheiro na setorial de Produtores Culturais no Conselho Municipal de Políticas Públicas de Caraguatatuba (CMPPC).

Botão Voltar ao topo