fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Internacional e Fluminense duelam por vaga na final da Libertadores

(Foto: Marcelo Gonçalves/Fluminense F.C.)

Internacional e Fluminense medem forças, a partir das 21h30 (horário de Brasília) desta quarta-feira (4) no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, pela volta das semifinais da Copa Libertadores.

Após um eletrizante empate por 2 a 2 no confronto de ida, no Maracanã, as equipes ficam novamente frente a frente.

Agora, quem vencer passa à final. Em caso de nova igualdade, a vaga será decidida na disputa de pênaltis. O outro finalista da Libertadores sai do confronto entre Palmeiras e Boca Juniors (Artentino), que será disputado na próxima quinta-feira (5).

O Internacional chega com a vantagem de disputar a partida decisiva diante de sua apaixonada torcida. Os colorados estão confiantes e esperam uma vitória que leve a equipe do Rio Grande do Sul a uma nova decisão continental após um hiato de 13 anos. A última final de Libertadores que o clube gaúcho disputou foi justamente a última que venceu: em 2010, contra o Chivas (México).

No último final de semana o Inter poupou seus titulares para enfrentar o Atlético-MG pelo Campeonato Brasileiro, e perdeu em casa como consequência disso. Num jogo pegado contra o Galo, o Colorado foi derrotado por 2 a 0. Porém, o revés não trás desânimo diante do confronto histórico desta quarta-feira.

O Beira-Rio estará lotado no confronto decisivo, já que todos os ingressos foram vendidos. A expectativa é de mais de um público de mais de 50 mil torcedores.

Para esta partida o técnico argentino Eduardo Coudet deve repetir a equipe que entrou em campo na ida, com: Rochet; Hugo Mallo, Vitão, Mercado e Renê; Johnny, Aránguiz, Mauricio e Alan Patrick; Wanderson e Enner Valencia.

Do outro lado do gramado estará um Fluminense que mostrou poder de reação na partida de ida, pois buscou o empate mesmo estando com um jogador a menos. E o grande responsável pela recuperação do Tricolor foi o artilheiro Germán Cano.

O argentino, além de ser o goleador máximo dentre os jogadores que atuam no Brasil, também é o artilheiro desta edição da Libertadores, com 11 gols até o momento. Além disso, o camisa 14 do time das Laranjeiras está apenas a um gol de igualar Fred, o maior artilheiro da equipe carioca na história da competição, com 15 gols.

Pensando no confronto decisivo com o Inter, o técnico Fernando Diniz mandou os reservas a campo no último sábado (30) para enfrentar o Cuiabá pelo Campeonato Brasileiro. O Tricolor perdeu pelo placar de 3 a 0 em jogo que os titulares sequer viajaram.

Sem poder contar com o lateral-direito Samuel Xavier, expulso no jogo de ida, Diniz deve escalar Guga na posição. Outro desfalque do Tricolor é o zagueiro David Braz, que sequer foi relacionado por conta de uma entorse no joelho. Já os zagueiros Nino e Felipe Melo, além do atacante John Kennedy, estão pendurados. Portanto se forem amarelados nesta quarta não jogarão a final caso o Flu avance.

Já o Fluminense deve ir a campo com: Fábio; Guga, Nino, Felipe Melo e Marcelo; André, Alexsander (John Kennedy) e Ganso; Keno, Arias e Cano.

Botão Voltar ao topo