publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Brasil é heptacampeão da Copa América de Futsal Feminino

Seleção Feminina de Futsal derrota Argentina por 2 a 0, em Buenos Aires, e conquista pela sétima vez o torneio continental

Brasil é heptacampeão da Copa América de Futsal Feminino. (Foto: Divulgação/CONMEBOL)

A Seleção Brasileira Feminina é campeã da Copa América 2023 de Futsal. O Brasil venceu a Argentina na final por 2 a 0, no Microestádio Malvinas Argentinas, Buenos Aires (ARG).

Com 100% de aproveitamento na competição continental, a equipe comandada por Wilson Sabóia conquistou o sétimo troféu da competição. O gols do título foram marcados por Débora e Amandinha.

HEGEMONIA

Ao todo, o Brasil foi campeão em sete das oito edições realizadas: 2005, 2007, 2009, 2011, 2017, 2019 e confirma a hegemonia em 2023.

“Muito feliz por conquistar mais uma Copa América num jogo incrível. Essa final mostra como o futsal feminino é gigante. A torcida argentina engrandeceu a nossa conquista. Agora é comemorar mais uma Copa América para o Brasil”, afirmou Amandinha, uma das autoras do gol do título.

CAMPEÃO INVICTO

A Seleção Brasileira conquistou o título de forma invicta. Foram 51 gols marcados e apenas um sofrido em seis jogos disputados.

Na primeira fase, o Brasil liderou o Grupo B e protagonizou grandes goleadas. Venceu o Equador por 13 a 1, depois a Venezuela por 7 a 0, goleou a Bolívia por 14 a 0 e o Uruguai por 8 a 0. Na semifinal, em mais uma goleada, bateu a Colômbia por 7 a 0.

“O futsal precisa disso, foi lindo de ver. Esse ginásio lotado, essa atmosfera aqui na Argentina. É difícil ver uma atmosfera dessas no futsal feminino, foi lindo de ver, mesmo sendo contra”, comemorou a goleira Bianca,

Brasil é heptacampeão da Copa América de Futsal Feminino
Brasil é heptacampeão da Copa América de Futsal Feminino
Créditos: CONMEBOL

CONFRONTOS

Primeira fase

* Brasil 13 x 1 Equador
* Venezuela 0 x 7 Brasil
* Brasil 14 x 0 Bolívia
* Brasil 8 x 0 Paraguai

Semifinais
* Brasil 7 x 0 Colômbia

Final
* Brasil 2 x 0 Argentina

Botão Voltar ao topo