fbpx

Flim 2023 em São José traz o amor como prática pelo olhar de bell hooks

Festa Literomusical de São José dos Campos acontece entre 15 e 17 de setembro no Parque Vicentina Aranha

Coletiva de lançamento aconteceu na última terça-feira (29). (Foto: Claudio Vieira/PMSJC)

A mais importante festa literomusical do Vale do Paraíba chega a sua 9ª edição falando sobre o amor. Partindo das reflexões de uma das principais intelectuais do nosso tempo, a pensadora estadunidense bell hooks, a Flim – Festa Literomusical de São José dos Campos traz ao Parque Vicentina Aranha, nos dias 15, 16 e 17 de setembro, revelações da música brasileira e nomes consagrados da literatura, além de uma grande homenagem ao poeta joseense Cassiano Ricardo.

Além disso – O amor como prática
Com o tema “Além disso – O amor como prática”, a Flim 2023 vai apresentar o amor como prática cotidiana, como ação engajadora, o afeto pelo que nos cerca, a potência do amor em todas as suas formas.

Alice Penna e Costa, Tania Rivitti e Bianca Mantovani, com assistência de Maria Beatriz Machado, formam a equipe curatorial desta edição. As convidadas trazem na bagagem vivências em diferentes frentes artísticas, como produção e gestão cultural, editoração, comunicação, educação, pesquisas, entre outras.

Natural do Rio de Janeiro (RJ), Alice possui uma vasta experiência em festivais literários e editoração, sendo uma das fundadoras da Flip (Festa Literária Internacional de Paraty).

Tania é gestora do Ateliê397 e idealizadora de cursos e palestras relevantes no mundo contemporâneo. Bianca, gestora cultural e pesquisadora, trabalha nas interseções entre literatura e artes visuais em diferentes espaços culturais, como o Instituto Moreira Salles.

Maria Beatriz, graduanda do sexto semestre de Letras – Português e Francês (FFLCH – USP), tem cursos nas áreas de editoração e arte, e é assistente editorial na Editora Patuá.

“Escolhemos a expressão ‘além disso’ como forma de entendimento das práticas afetivas em um primeiro significado de algo a mais, de soma, mas também com o significado daquilo que vai além para pensar nos afetos e amores além do convencional, além do que enxergamos”, diz um trecho do texto de apresentação do tema, escrito pelas curadoras.

Destaques da programação
Durante os três dias de evento, o Parque Vicentina Aranha se transforma em um cenário de celebração à cultura, com shows, mesas literárias, lançamentos de livros de autores regionais, sessões de autógrafos, ações formativas, oficinas, contação de histórias, atrações infantis, intervenções artísticas e muito mais.

“Essa grande festa, tão querida e aguardada, é uma oportunidade de trazer para perto do público convidados que fazem parte da vida de muitos por meio dos livros, da internet ou de programas de televisão. É uma enorme alegria para a nossa gestão, a cada edição, proporcionar momentos inesquecíveis e enriquecedores a todos que participam da Flim”, ressalta Aldo Zonzini Filho, diretor-executivo da Afac – Organização Social de Cultura, entidade gestora do Parque Vicentina Aranha.

Partindo de clássicos da música e da literatura brasileira que falam sobre o amor, as mesas literárias terão convidados que dominam o tema sob diferentes perspectivas, como o amor enquanto ação, o erotismo, o amor pela terra e pelo território que habitamos, as relações LGBTQIAP+, a genialidade do escritor Cassiano Ricardo e o empreendedorismo criativo.

Sob o tema “Mapa da Energia Criativa – o fascinante empreendedorismo criativo no Vale do Paraíba”, a mesa de abertura da Flim 2023, na noite da sexta-feira (15), vai contar com as participações de Ana Carla Fonseca, Luiza Morandini, Ana Pirolo e Cilene Lima para falarem sobre esse universo potente, diverso, resiliente e surpreendente.

“A Flim é um espaço fantástico de encontro do público com o universo cultural em suas diversas dimensões, e é com muita satisfação que a EDP apoia esta iniciativa que está totalmente conectada à sua política de atuação social, no sentido de impactar positivamente as comunidades com as quais se relaciona. Estamos muito felizes em fazer parte deste evento que celebra o amor!”, destaca Cristiane Fernandes, diretora da EDP São Paulo.

A mesa “Todo o amor que houver nessa vida”, terá Renato Noguera e Juliana Borges, com mediação de Bianca Mantovani. “Que pode uma criatura senão, entre criaturas, amar?” reunirá Humberto Werneck, Eliane Robert Moraes e Midria, com mediação de Alice Penna e Costa.

Homenageando o centenário da entrada do escritor Cassiano Ricardo na imprensa, Neide Duarte, Ivan Marques e Zé Katimba se encontram em “Cassiano, o poeta múltiplo”, com mediação de Júlio Ottoboni. Eduardo Góes Neves e Daniel Munduruku participam de “Afagar a terra, conhecer os desejos da terra”, com mediação de Tania Rivitti. E João Silvério Trevisan, Geni Núñez, com mediação de Guilherme Terreri Lima Pereira, mais conhecido pelo nome artístico Rita Von Hunty, conduzem “Toda maneira de amor vale amar”.

As atrações musicais, outro ponto alto da Flim, trazem expoentes da nova geração da Música Brasileira. Cantora, compositora e educadora, a paulistana Luana Bayô tem um trabalho fortemente marcado pela música negra na diáspora. Vem ganhando destaque na nova cena cultural, principalmente, a partir do lançamento do seu disco “Tambú” e da releitura do disco “Quarto de Despejo”, da escritora Carolina Maria de Jesus.

Formado por Bruna Black e Jota.pê, o Duo Àvuà nasceu da junção de dois universos artísticos distintos e complementares. Os amigos que já se frequentavam em participações de shows um do outro, resolveram se unir após o retorno positivo do single “Conte Comigo” lançado em 2019.

E para quem ama dançar, não poderia faltar um Baile da Bonita especial nesta edição. O coletivo Menina Bonita SambaSystem, formado por DJ Dedé 3D, Dj Heitor Turci e DJ 7K, apresenta uma seleção 100% em vinil, que passeia pelos estilos Funky Soul, Boogie, Samba Rock, R&B e Música Brasileira em geral.

Escolas, palco na rua e Residência Criativa
Assim como na edição de 2022, a presença das escolas marca a abertura da Flim 2023. O primeiro dia da Festa começa com uma programação dedicada especialmente aos alunos e alunas de escolas públicas e privadas de São José dos Campos, do ensino infantil ao médio, com muito aprendizado e diversão.

Outro sucesso é que, mais uma vez, a rua em frente ao Parque Vicentina Aranha (Engenheiro Prudente Meireles de Morais) será fechada nos dias 16 e 17, para se transformar em mais um espaço de programação com shows, Rua de Lazer, da Secretaria de Esporte e Qualidade de Vida, intervenções artísticas e muita gastronomia, com a participação de restaurantes e bares da região em estandes montados especialmente para o evento.

Nome conhecido das edições passadas, a escritora, professora e roteirista Carol Rodrigues – curadora da FLIM 2022 – volta a São José dos Campos para conduzir a Residência de Escrita Criativa, que tem como tema o “amor ao processo criativo”. A atividade acontecerá no dia 2 de setembro, com participantes selecionados via chamada aberta. Três serão escolhidos para compartilharem suas criações no Sarau da Flim.

Novidades da Flim 2023
A cada edição, uma novidade, assim é a Flim. Em reconhecimento à importância da Semana Cassiano Ricardo, evento que incentiva a leitura e a literatura com uma programação em homenagem ao ilustre poeta, jornalista e ensaísta joseense, a AFAC se une à Fundação Cultural Cassiano Ricardo e traz para a 9ª edição da Flim a 56ª Semana Cassiano Ricardo, com uma mesa literária especial que celebra os 100 anos da entrada de Cassiano Ricardo na imprensa profissional, ao ingressar como redator no jornal Correio Paulistano.

Com participação da jornalista Neide Duarte e do professor Ivan Marques, o papo ganha musicalidade com a presença de Zé Katimba que, ao lado de Gibi, compôs em 1972 o samba-enredo “Martim Cererê”, baseado em um poema do escritor modernista. A composição ajudou a Imperatriz Leopoldinense a conquistar o 4º lugar, em uma época em que as primeiras colocações eram divididas sempre entre Portela, Mangueira, Salgueiro e Império Serrano.

Além da mesa literária, a programação da Semana Cassiano Ricardo na Flim contará com a Alameda dos Poemas, com participações de escritores regionais, saraus, contação de histórias e muito mais.

“Tenho certeza que a 56ª Semana Cassiano Ricardo será um marco para o público. Este diálogo com a Flim, a principal festa literomusical do Vale do Paraíba e uma das principais do Estado, une esforços e públicos. Além disso, evidencia a sinergia na área da cultura em São José dos Campos, onde, buscando inovar, a estrutura rizomática potencializa a gestão cultural. A literatura, a música e o jornalismo estarão presentes nesta celebração ao amor”, diz o presidente da Fundação Cultural Cassiano Ricardo, Tom Freitas.

Outra grande novidade é que, neste ano, a Flim vai para a comunidade, envolvendo alunos e alunas de uma escola periférica de São José dos Campos em oficinas culturais e criativas, que resultarão em apresentações durante o evento.

Flim acessível, solidária e sustentável
Mais do que um sentimento, o amor na Flim é um convite para a ação. Em uma parceria com o Fundo Social de São José dos Campos, o evento incentiva a solidariedade e convida o público a doar 1kg de alimento não perecível, em benefício das entidades assistidas instituição. A doação é opcional. As atrações da Flim são gratuitas.

Todas as mesas literárias contarão com intérpretes de Libras (Língua Brasileira de Sinais) e terão audiodescrição. Com o apoio da equipe de voluntários, que atuam em diversas frentes do evento, exemplares da programação impressos em Braile estarão disponíveis para consulta durante a Festa. E nas mídias sociais (@flim.sjc), todas as publicações contam com a legenda #ParaTodosVerem, recurso que acessibiliza os conteúdos para pessoas com deficiência visual.

As ações socioambientais fazem da Flim uma festa sustentável, com alternativas que estimulam o consumo consciente e a diminuição dos impactos ambientais, como a redução de plásticos e de materiais impressos, além do incentivo à economia circular, por meio da participação de cooperativas de reciclagem. O tema também faz parte das atividades que compõem a programação do espaço Embaixada da Natureza, projeto da AFAC em parceria com o Centro Ambiental Edoardo Bonetti (Caeb), que contará com rodas de conversa, oficinas e atividades infantis.

Sobre a Flim
Ao longo de oito edições, a Festa Literomusical de São José dos Campos já envolveu 300 escritores convidados entre nomes nacionais e internacionais, realizou 55 mesas literárias, promoveu 30 shows musicais com grandes nomes da Música Brasileira, realizou 250 ações na sua programação paralela entre oficinas, atrações infantis e de fomento à literatura, impactando ao longo de sua trajetória mais de 200.000 pessoas.

Serviço
Flim – Festa Literomusical de São José dos Campos
Período: 15, 16, 17 de setembro de 2023
Local: Parque Vicentina Aranha
Endereço: Rua Eng. Prudente Meireles de Morais, 302 – Vila Adyana
São José dos Campos/SP
Site: www.flimsjc.com.br
Mídias sociais: @flim.sjc

Botão Voltar ao topo