fbpx

Cássio e trave levam o Corinthians às semifinais da Sul-Americana

(Foto: Divulgação//CONMEBOL)

Em um jogo que o Estudiantes-ARG pressionou os 90 minutos, o Corinthians contou com uma grande atuação do seu goleiro Cássio e com a sorte na noite desta terça-feira (29) para avançar para as semifinais da Copa Sul-Americana.

Após perder a vantagem com um minuto de jogo no Jorge Luis Hirschi, em La Plata, o time paulista segurou o 1 a 0 do rival no tempo normal e avançou nas penalidades por 3 a 2.

Agora, o Corinthians aguarda o vencedor de Fortaleza e América-MG, que se enfrentam na quinta-feira, no Castelão. No jogo da ida, o Fortaleza levou a melhor na Arena Independência por 3 a 1.

O duelo na Argentina começou da pior maneira para o Corinthians. Com menos de um minuto de bola rolando, Mauro Méndez acabou com a vantagem paulista, abrindo o placar, após pegar a sobra dentro da área.

Cássio estava na bola, porém ela desviou em Lucas Veríssimo e enganou o goleiro corinthiano. O Corinthians ficou preso na pressão do Estudiantes e não conseguia sair jogando.

Rollheiser parou no Cássio duas vezes. Se a bola passasse pelo goleiro do Corinthians a trave ajudou o time do Parque São Jorge. Benedetti e Rollheiser acertaram o pé da baliza esquerda, em sequência.

publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒  

Com Renato Augusto de centroavante, o time paulista ficou sem alguém para segurar a posse da bola e distribuir a jogada. As saídas eram quase sempre pelos lados, principalmente com Romero, que não obteve sucesso em nenhuma tentativa.

A segunda etapa voltou com o mesmo panorama. Sem sair da pressão do Estudiantes, o Corinthians ficou novamente acuado no campo de defesa. Após bate e rebate na área, Rollheiser carimbou a trave novamente. Aos poucos, o Estudiantes foi se cansando e o Corinthians chegou a ter mais a posse de bola no ataque. Com a entrada de Yuri Alberto, Renato Augusto voltou para o meio-campo e acionou Wesley, que era o jogador mais agudo do Corinthians.

Mesmo assim, quando o Estudiantes voltava ao ataque, o Corinthians sofria. Cássio estava sendo o diferencial da equipe, defendo outro chute de Rollheiser e Sosa.

Além do Camisa 12, a trave salvou o Corinthians pela quarta vez, desta vez em chute de Ascacíbar. Suportando a pressão dos argentinos, o Corinthians só foi conseguir uma finalização de perigo nos acréscimos, com Giuliano. Bem defensivamente, o time paulista segurou a vantagem até o apito final e a decisão foi para os pênaltis.

Nas cobranças, Sosa e Fábio Santos abriram com 100%. Em seguida, Cássio defendeu o pênalti de Rollheiser, mas Giuliano parou no goleiro argentino. Lollo parou no travessão e Fausto Vera colocou o Corinthians em vantagem. Mauro Méndez e Matías Rojas converteram a quarta cobrança.

Na quinta e última, Ascacíbar parou no travessão e o Corinthians garantiu a vaga nas semifinais da Copa Sul-Americana.

Virando a chave, o Corinthians volta a campo no domingo, no Derby contra o Palmeiras, às 16h, na Neo Química Arena, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Botão Voltar ao topo