fbpx

Taubateano André Rocha quer Ouro no Mundial de Paratletismo de Paris

Paratleta taubateano disputará seu segundo Mundial e chega com motivação redobrada para conquistar uma medalha no Lançamento de Disco. Competição começa neste sábado (08)

(Foto: Ronaldo Casarin)

André Rocha, 46 anos, já se tornou um símbolo do Esporte Paralímpico em sua cidade natal, Taubaté-SP. Em 10 anos de carreira, ele sagrou-se Campeão Mundial do Lançamento de Disco (F52) em 2017, é multimedalhista em Jogos Parapan Americanos e em Jogos Mundiais Militares, e agora terá uma nova chance de fazer história.

No próximo dia 11 de julho, terça-feira, ele entrará no Estádio Sébastien Charléty, em Paris, França, para disputar a final do Lançamento de Disco (F52) em sua segunda participação em um Campeonato Mundial de Paratletismo. A prova está marcada para 13h30 (horário de Brasília).

Seis anos atrás, em Londres, ele levou a medalha de Ouro, com direito a quebra de Recorde Mundial da prova, com 23,80m. Em Paris, André sonha alto e quer seu segundo título de Campeão Mundial.

“Com todos esses anos de esporte, as conquistas e recordes, mesmo assim a emoção que senti quando minha convocação para este mundial foi confirmada foi muito grande. Eu lutei muito para superar cirurgias e problemas físicos para voltar ao atletismo em 2022, e já poder estar novamente em um Mundial é motivo de orgulho e muita alegria.”, comentou André.

O atleta compete na classe F52, para atletas com comprometimento no tronco e membros superiores. André é hoje o atual líder do Ranking Mundial da prova em sua classe, com a marca de 20,96m, feita em maio deste ano, em competição na cidade de São Paulo. Tal posição o coloca como um dos nomes fortes para a disputa do Ouro, mas o atleta mantém o foco e evita falar em favoritismo.

“Estamos num momento bom física e tecnicamente falando. Tive uma sequência boa de competições até aqui este ano e os treinos nessas semanas pré-mundial foram muito bons.

Mas será uma final bem equilibrada, atualmente a classe F52 tem ótimos lançadores, e eles vão brigar com unhas e dentes por essa medalha. Tenho que entrar focado e buscar fazer minha melhor marca do ano. Em cumprindo essa missão, as chances de uma medalha de Ouro são boas.”, comentou André.

André Rocha terá como principais adversários na final na próxima terça-feira o indiano Ajitkumar Amrutlal Panchal, 2º colocado no Raking Mundial com 20,15m, e o polonês Piotr Kosewicz, que ocupa a 3ª posição do mundo atualmente com 19,42m. Correm por fora ainda o croata Velimir Sandor e o também polonês Rafal Rocki.

“Vou com muita vontade para essa final, porque o caminho para estar aqui em Paris foi longo e muito tortuoso. Agora é hora de fazer valer todo o esforço.

Outra motivação é que a final será no dia e horário do nascimento do meu filho mais velho, o Júnior. Então quero dar esse presente a ele e toda minha família que sempre me apoiou muito nessa jornada.”, completou o atleta.

Sobre o atleta: André Rocha iniciou no Atletismo Paralímpico em 2013, quando conheceu o Programa Esporte Para Todos, em Taubaté. Principais títulos: Campeão Mundial do Lançamento de Disco em Londres 2017.

Duas medalhas no Arremesso de Peso em Jogos Parapan Americanos – Prata em Toronto 2015, e Bronze em Lima 2019. Medalha de Prata no Arremesso de Peso nos Jogos Mundiais Militares de 2015, na Coréia do Sul. Tetracampeão do Open Grand Prix de Berlim, na Alemanha. Atual Campeão Brasileiro do Lançamento de Disco.

Além de André Rocha, a equipe do Programa Esporte Para Todos, da Prefeitura de Taubaté tem outros dois representantes na seleção brasileira que está em Paris para a disputa do Mundial de Paratletismo: Alessandro da Silva, que disputará o Lançamento de Disco e o Arremesso de Peso (classe F11), e o técnico Diego Cascardo, que está compondo a comissão técnica brasileira.

O Campeonato Mundial de Paratletismo será disputado de 08 a 17 de julho.

Botão Voltar ao topo