fbpx

Cursos gratuitos do Cephas geram emprego e renda em São José

Alunos durante curso presencial no Polo Cephas do Parque Tecnológico: alta empregabilidade e novos horizontes profissionais. (Foto: Divulgação/PMSJC)

Os cursos gratuitos rápidos nas modalidades presencial e EAD (Educação a Distância) ofertados pelo Cephas (Colégio de Educação Profissional Hélio Augusto de Souza) têm transformado vidas em São José dos Campos, gerando trabalho e renda para munícipes de todas as regiões da cidade.

As disciplinas disponibilizadas estão conectadas às principais necessidades de qualificação profissional e à realidade local, o que garante alta empregabilidade ao final das aulas, seja na conquista da primeira oportunidade ou na recolocação no mercado de trabalho.

Por meio do Cephas e da Fundhas (Fundação Hélio Augusto de Souza), a Prefeitura tem aumentado as oportunidades para que as famílias possam escrever novas trajetórias, realizando sonhos e alçando voos cada vez mais altos com autoestima elevada, emancipação social, autonomia e dignidade.

A ampliação da oferta de cursos pelo Cephas é mais um compromisso cumprido do Plano de Gestão 2021-2024.

Apenas no primeiro semestre deste ano, foram disponibilizadas 12.474 vagas em cursos presenciais e na modalidade EAD para munícipes de todas as regiões de São José. Em 2021 e 2022, foram 32.831 oportunidades de qualificação profissional.

Vida transformada

Aluno do curso de Projetos de Estruturas Aeronáuticas da Fatec (Faculdade de Tecnologia do Estado de São Paulo) de São José, Marco Aurélio do Prado, de 52 anos, viu sua vida mudar após concluir, em abril último, o curso presencial O Que São Ensaios não Destrutivos de Cargas na Aviação Civil, ministrado no Polo Cephas Parque Tecnológico.

“Estava há um ano e meio só fazendo ‘bicos’. Logo após concluir este curso do Cephas, eu me candidatei para trabalhar em uma empresa chilena que atua em São José. Ao verem meu currículo, este curso chamou atenção e conquistei uma das vagas. Fez toda a diferença”, afirmou Prado, que mora com a mulher e as duas filhas no Jardim Itapuã, na região leste de São José.

Feliz com a recolocação no mercado de trabalho, ele destaca que não perde oportunidades de qualificação profissional. Também neste ano, fez o curso EAD Agente de Recepção em Aeroportos, que é voltado ao mercado aeronáutico e integra o projeto AeroCephas.

Dedicado, aproveitou o embalo dos cursos do Cephas e prestou concurso de vigia da Urbam (Urbanizadora Municipal S/A). Resultado? Também passou.

“Já fiz muitos cursos na minha vida e estes que o Cephas oferece são sensacionais. Aprendemos muito. Só neste ano, os dois que fiz me ajudaram a conquistar emprego e passar em concurso público. Abriu-se um novo horizonte de oportunidades para melhorar a minha vida e da minha família”.

Sonho realizado

Recomeço e novas perspectivas também são palavras bem presentes no atual cotidiano de Almerita Teodoro de Jesus, que tem 63 anos e mora com a filha no Jardim Santa Inês 2, também na região leste de São José.

Ela é mais uma prova de que nunca é tarde para realizar sonhos e se reinventar. Após 18 anos, realizou neste mês o sonho de se formar em Pedagogia pela Anhanguera de São José (antiga Unopar).

“Comecei o curso em 2005 na Univap, mas tive que parar. Não desisti do meu sonho e agora quero trabalhar com crianças em creche ou escola”, disse Almerita, que tem 5 filhos, 11 netos e 1 bisneto.

Com novo gosto pelos estudos, ela concluiu, também neste primeiro semestre, o curso presencial Informática Aplicada ao Trabalho, uma das novidades do Cephas para este ano.

“Fiz novas amizades e conheci o Parque Tecnológico, onde o curso foi ministrado. Foi muito bom. Os conhecimentos que adquiri vão me ajudar muito no meu trabalho como pedagoga. Agradeço ao Cephas por abrir mais este horizonte para minha vida”.

A nova pedagoga conta que tem laços antigos com a Fundhas (Fundação Hélio Augusto de Souza), mantenedora do Cephas. Entre 2012 e 2014, trabalhou na área de recreação da unidade Novo Horizonte, na região leste, que foi desativada.

“Então, a minha ligação com a Fundhas é antiga. Novamente, me ajudou em um momento que precisava muito”.

Botão Voltar ao topo