fbpx

Sete cidades superam 100 mil habitantes após aumento acima de 40%

Senador Canedo (GO) lidera a lista, com crescimento de 84,3%

Senador Canedo (GO) lidera a lista, com crescimento de 84,3%. (Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil)

Sete cidades brasileiras que registraram um aumento populacional acima de 40% nos últimos 12 anos superaram a marca dos 100 mil habitantes. São elas: Senador Canedo (GO), Fazenda Rio Grande (PR), Luís Eduardo Magalhães (BA), Sorriso (MT), Camboriú (SC), Nova Serrana (MG) e Sarandi (PR).

Nesta quarta-feira (28), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou as primeiras informações populacionais do Censo 2022, revelando que o Brasil registrou um aumento de 12,3 milhões de habitantes desde 2010, quando houve a última operação censitária. Dessa forma, vivem no país um total de 203 milhões de pessoas.

 

Entre os dados já divulgados pelo IBGE, está a lista dos maiores aumentos percentuais considerando cidades que possuem atualmente mais de 100 mil habitantes. As taxas variam entre 84,3% e 38,5%. Dos municípios relacionados, 13 já tinham ao menos 100 mil habitantes em 2010. Os outros sete, que tiveram ao menos 40% de crescimento populacional, atingiram essa marca ao longo dos últimos 12 anos.

Chama atenção que mais da metade dos municípios relacionados situam-se no Sul e no Centro-Oeste. Destaca-se o estado de Santa Catarina, com quatro cidades na lista: Camboriú (SC), Palhoça (SC), Itajaí (SC) e Chapecó (SC). Contando ainda Fazenda Rio Grande (PR) e Sarandi (PR), o Sul aparece com seis representantes.

Entre as cidades do Centro-Oeste, está Senador Canedo (GO), que lidera a lista, com um crescimento de 84,3%, saltando de 84.443 habitantes em 2010 para 155.635 em 2022. Aparecem ainda Sinop (MT) na 4ª posição, Sorriso (MT) na 6ª posição, Valparaíso de Goiás (GO) na 11ª posição e Águas Lindas de Goiás (GO) na 18ª posição.

Os dados divulgados pelo IBGE também revelam um intenso crescimento populacional no Centro-Oeste a partir das capitais. É a única região do país onde houve aumento em todas elas. As taxas superam 10% em todas as três capitais estaduais: Goiânia, Campo Grande e Cuiabá.

Confira a lista das cidades com mais de 100 mil habitantes que tiveram maior crescimento populacional em termos percentuais:

1. Senador Canedo (GO) 84,3%
2. Fazenda Rio Grande (PR) 82,3%
3. Luís Eduardo Magalhães (BA) 79,5%
4. Sinop (MT) 73,4%
5. Parauapebas (PA) 73,1%
6. Sorriso (MT) 66,3%
7. Camboriú (SC) 65,3%
8. Palhoça (SC) 62,1%
9. Maricá (RJ) 54,8%
10. São José De Ribamar (MA) 50,0%
11. Valparaíso De Goiás (GO) 49,5%
12. Rio Das Ostras (RJ) 48,1%
13. Boa Vista (RR) 45,4%
14. Itajaí (SC) 44,0%
15. Nova Serrana (MG) 43,2%
16. Sarandi (PR) 43,0%
17. Santana De Parnaíba (SP) 41,6%
18. Águas Lindas De Goiás (GO) 41,6%
19. Chapecó (SC) 38,8%
20. Paço Do Lumiar (MA) 38,5%

Botão Voltar ao topo