fbpx

Aluna da Fatec recebe prêmio inédito em Congresso de Cosmetologia

Com pesquisa sobre a segurança oferecida pelos produtos orgânicos, cada vez mais procurados pelos consumidores, estudante conquistou o terceiro lugar e ganhou visibilidade ‌

A aluna Jéssica entre as professoras Gabriele (à esquerda) e Mariana: prêmio inédito para a unidade. (Foto: Divulgação)

Como é feita a conservação dos produtos cosméticos orgânicos? Foi essa pergunta que fez a aluna Jéssica Ferreira Xavier, da Faculdade de Tecnologia do Estado (Fatec) Luigi Papaiz, de Diadema, produzir a pesquisa que conquistou o 3º lugar no 35º Congresso Brasileiro de Cosmetologia, que aconteceu em São Paulo entre os dias 13 e 15 de junho.

“Os produtos orgânicos têm restrição de matérias-primas e não usam conservantes convencionais – por isso podem, às vezes, não ser 100% seguros”, conta a estudante que acaba de concluir o 5º semestre de Tecnologia em Cosméticos.

Mariana Moreira Dias, professora de microbiologia, foi a orientadora de Jéssica no projeto de iniciação científica submetido ao congresso e intitulado Análise Microbiológica de Produtos Cosméticos Orgânicos, com a coorientação de Gabriele Wander Ruas, professora da disciplina de Conservação de Produtos Cosméticos.

“É a primeira vez que a Fatec Diadema tem esse reconhecimento”, avalia Mariana. “Nós nem tínhamos a pretensão de receber o prêmio, queríamos divulgar o projeto”.

Jéssica veio de uma graduação em Química, o que despertou na estudante a vontade de se aprofundar em certos assuntos – em especial, a cosmetologia. Ela fala com entusiasmo da sua pesquisa.

“É preciso muita cautela na escolha do conservante e na observação de muitos outros fatores, como sua concentração máxima”, analisa, feliz com o fato de ter seu estudo bem avaliado em meio a tantos trabalhos de mestrado e de doutorado apresentados no evento.

Curso exclusivo da Fatec Diadema

Tecnologia em Cosméticos é um curso ministrado apenas na Fatec Luigi Papaiz, desde sua implantação, no segundo semestre de 2012. E, nesse universo, os produtos orgânicos vêm ganhando terreno.

“Há um parcela de consumidores que prefere o natural, é importante entregar um produto seguro; a legislação também tem que proteger esse consumidor”, explica Mariana. E o congresso pôde dar a esse tópico a visibilidade que ele merece.

Este ano, o tema do congresso, que reúne profissionais da indústria e da Academia científica, foi “Inovação, Consciência e Sustentabilidade: Expandindo Fronteiras para uma Ciência Cosmética Propositiva”, com palestrantes do Brasil e do exterior.

Botão Voltar ao topo