fbpx

Digitalização: SP poupa mais de 36 milhões de páginas de papel em menos de 2 meses

Sistema Eletrônico elimina uso equivalente a cerca de 36 mil pés de eucalipto, conforme padrão de produção de celulose no Brasil

Digitalização agiliza e padroniza os processos administrativos. (Foto: GESP)

Em pouco menos de dois meses, a adesão do Governo de São Paulo ao Sistema Eletrônico de Informações (SEI!) já poupou cerca de 36,5 milhões de folhas de papel, o equivalente a cerca de 36 mil pés de eucalipto, conforme o padrão para a produção de celulose no Brasil.

A administração estadual passou a usar o novo sistema após assinar um acordo de cooperação técnica com o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) no último dia 22 de abril, em iniciativa coordenada pela Secretaria de Gestão e Governo Digital, com operação da Prodesp – empresa de Tecnologia do Estado.

Além de ambientalmente sustentável, a digitalização de documentos também garante mais segurança por meio da assinatura digital, agiliza e padroniza os processos administrativos. Isso significa menos burocracia e mais rapidez nas tomadas de decisões.

Representantes de todas as secretarias, autarquias e órgãos da administração pública direta e indireta do Estado já passaram por treinamentos, presenciais e online, para uso e aplicação do SEI! nas rotinas de trabalho de todas as esferas da gestão paulista.

Desde a adesão ao SEI!, mais de 24 mil servidores já participaram dessas capacitações – uma das transmissões ao vivo teve mais de 7 mil acessos simultâneos. Quem passa pelo curso age como multiplicador dos conhecimentos e ajuda a treinar outros colegas. Até o momento, o sistema possui mais de 204 mil usuários na administração estadual.

Mais de 30 órgãos e entidades do Estado já estão no sistema: todas as secretarias estaduais, Detran, Poupatempo, Artesp, Metrô, Sabesp, Jucesp, DER, Iamspe, CPTM e CDHU, entre outros. Com isso, a plataforma já gerou mais de 222,7 mil processos e documentos digitais.

O SEI! também conta com um módulo externo para facilitar a interação entre a máquina pública e a população. Com esse acesso, qualquer pessoa pode, por exemplo, apresentar petições aos órgãos do governo, abrir processos administrativos, acompanhar a tramitação de forma remota e ainda receber as respostas da gestão paulista por meio eletrônico.

De acordo com a Secretaria de Gestão e Governo Digital, o cadastramento para usuários externos já está disponível e a previsão é que eles possam fazer peticionamentos eletrônicos a partir do dia 22 deste mês.

Botão Voltar ao topo