fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Governador SP destaca atuação conjunta do setor público para estimular desenvolvimento

Em seminário empresarial, Tarcísio de Freitas fala sobre alinhamento entre Governo, Alesp e TJ-SP para inovação em políticas públicas

Seminário São Paulo Hoje Painel 4 São Paulo Segurança e Harmonia. (Garantir a Segurança e harmonia da população é a chave para atrair investimentos e, consequentemente, ver São Paulo avançar). (Foto: Marcelo S. Camargo / Governo do Estado de SP)

O governador Tarcísio de Freitas destacou a importância da atuação conjunta entre Executivo, Legislativo e Judiciário para o desenvolvimento paulista e o fortalecimento da economia em todo o estado durante a participação na segunda-feira (15) do seminário Brasil Hoje, promovido pelo grupo Esfera Brasil, em um hotel na zona sul da capital.

“Encontramos em São Paulo um ambiente de relação entre poderes que eu diria que é invejável e tem que ser copiado. É um ambiente de muito diálogo com a Assembleia Legislativa e com o Tribunal de Justiça. Então, Executivo, Legislativo e Judiciário conseguem, de fato, manter uma relação de independência, porém com harmonia”, afirmou o governador.

“Estamos conversando com o Ministério Público, o Judiciário, o Parlamento e percebendo uma grande vontade de somar e fazer a diferença. Os poderes, no final das contas, estão olhando o benefício social e a efetividade das políticas públicas”, acrescentou.

O governador participou do evento ao lado dos presidentes da Assembleia Legislativa do Estado (Alesp), André do Prado, e do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), Ricardo Anafe. O seminário foi acompanhado por uma plateia formada por líderes empresariais e convidados do grupo Esfera Brasil, além de outras autoridades públicas, parlamentares e representantes do Poder Judiciário e do Ministério Público.

O evento reuniu gestores públicos, empresários e especialistas que se revezaram em palestras distribuídas por quatro painéis temáticos. Os três líderes dos poderes paulistas falaram durante o painel “São Paulo: Segurança e Harmonia”, baseado em temas como atração de investimentos, rodovias, logística e combate à criminalidade.

Desde o início da atual gestão estadual, o incentivo a novos investimentos e a atuação pró-mercado são prioritários. No final de fevereiro, após estudos técnicos entre o Palácio dos Bandeirantes e a Alesp, Tarcísio assinou uma série de decretos para reduzir a incidência de ICMS sobre itens de maquinário, energia, alimentos, indústria de informática e medicamentos.

A desoneração é válida até o fim de 2024 e estimada em R$ 800 milhões para reduzir custos de produção, promover a geração de empregos e estimular o aumento da competitividade da indústria paulista. Entre janeiro e abril, o Governo de São Paulo também anunciou a chegada de investimentos bilionários em projetos rodoviários e novos empreendimentos industriais.

As concessões do Trecho Norte do Rodoanel à Via Appia e do Lote Noroeste ao grupo EcoRodovias trazem mais de R$ 17 bilhões em investimentos em grandes obras rodoviárias na Grande São Paulo e no interior. Já o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) investiu R$ 407,5 milhões em 35 obras de modernização e melhorias de estradas e vicinais que interligam 42 municípios do interior paulista.

Desde o início de 2023, oito grupos industriais também confirmaram investimentos em São Paulo com uma estimativa de geração de mais de 6 mil empregos diretos nas Regiões Metropolitanas de São Paulo, Campinas, Sorocaba e do Vale do Paraíba e Litoral Norte.

Outra iniciativa destacada pelo governador é a carteira paulista de projetos de concessões, privatizações e parcerias público-privadas (PPPs), atualmente estimada em torno de R$ 180 bilhões entre capital privado e público. O pacote de projetos já foi apresentado a grandes grupos globais de investimentos e gestão de fundos em três missões internacionais do Governo do Estado – a última delas em Nova York, na semana passada.

Segurança na capital
Os líderes estaduais do Executivo, Legislativo e Judiciário também falaram sobre os esforços conjuntos com as autoridades municipais da capital para combate ao crime e ampliação das ações de segurança, principalmente no centro histórico da cidade. Tarcísio destacou a proposta para reajuste salarial das polícias, a ampliação de operações contra o tráfico e a abertura do hub de cuidados para atendimento a dependentes químicos.

“São 17 mil profissionais da segurança que estão nas ruas, já tivemos mais de 42 mil pessoas detidas e mais de 45 toneladas de drogas apreendidas. A queda nos indicadores criminais já é perceptível a partir do mês de abril”, afirmou Tarcísio.

“A aliança de melhoria nos salários e condições de trabalho das polícias, aumento do efetivo e do monitoramento, além da geração de oportunidades, é o que vai trazer segurança para o nosso estado”, concluiu.

Botão Voltar ao topo