fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

São Sebastião alerta para divulgação de Fake News sobre retorno a pousadas

A divulgação nas redes sociais sobre o recadastramento de famílias vítimas das chuvas de 19 de fevereiro para que retornem às pousadas é FAKE NEWS. O alerta é da Prefeitura de São Sebastião que reforça que o processo de transferência dos moradores para a Vila de Passagem ou para as casas já liberadas prosseguem.

A Fake News, propagada também em aplicativos de mensagens, contém uma série de erros e informações equivocadas, além de incitar as famílias a comparecerem na pousada onde estavam.

Os propagadores da notícia falsa falam que a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) está refazendo cadastramento para esses moradores.

Na verdade, o cadastro realizado atualmente é para atender moradores de áreas de riscos que serão beneficiados em programas futuros de habitação do governo estadual.

As famílias que serão atendidas nessa primeira fase serão as que tiveram seus imóveis destruídos durante a tragédia ou devem ser desmontados por não terem mais segurança de habitabilidade.

Esses moradores foram transferidos para um dos 300 apartamentos do Conjunto Habitacional Caminho das Flores, localizado no bairro Quaresmeira, em Bertioga, e outros estão sendo levados para a Vila de Passagem da Topolândia, na região central de São Sebastião.

Todas essas famílias já estão cadastradas pela CDHU, na Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Social (SEDES) e Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária (SEHAB).

O governo do Estado constrói, em caráter de emergência, 704 unidades habitacionais para moradia definitiva nos bairros Baleia Verde (518) e Maresias (186), na Costa Sul do município, além de um terreno na Topolândia.

Não compartilhe FAKE NEWS. Em caso de dúvida, procure a Prefeitura de São Sebastião, por meio dos canais oficiais.

Botão Voltar ao topo