fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Henrique Avancini busca um “desempenho sólido” na abertura da Copa do Mundo de MTB

Brasileiro tem boas lembranças de Nové Mestó e espera contar mais uma vez com a torcida dos tchecos

(Foto: Gabriel Moraes)

Na sexta-feira, dia 11, será dada a largada da Copa do Mundo de Mountain Bike para as provas de Short Track (XCC) e Cross Country Olímpico (XCO).

Serão ao todo oito etapas, com Nové Mestó, na República Tcheca, recebendo a primeira competição.

E para 2023 a Copa do Mundo de MTB tem novidades. Um novo time está na gestão da organização. A transmissão do evento também está em novas mãos, com a Warner Brothers Discovery no comando. Outra grande novidade para o público brasileiro está no principal atleta do País, Henrique Avancini.

Após oito anos correndo pela Cannondale Factory Racing, Avancini volta a competir de Caloi, agora pela equipe que leva o seu nome: Caloi / Henrique Avancini Racing.

“A Copa do Mundo chega com uma expectativa ainda maior do que alguns anos anteriores e acredito que isso seja principalmente pela mundança da gestão de organização, assim como a gestão de transmissão do evento. É uma grande mudança para os atletas e para os times em vários aspectos. Essa será ainda a primeira etapa da Copa do Mundo como Caloi / Henrique Avancini Racing.

Fizemos um evento teste em fevereiro junto com essa parte do staff europeu e nós estamos ainda mais preparados. Acho que é o primeiro grande teste, não só para mim como atleta, mas para o time como todo.

Buscamos otimizar e chegar ao nível que almejamos com o time que tem muito do DNA brasileiro. Estamos muito atentos aos detalhes de operação, de logistica, de eficiência para as competições, e esse é um grande desafio que nós temos pela frente.

Somos a primeira equipe latino americana a alcançar a licença Elite e estamos empenhados em fazer um bom trabalho dentro e fora das pistas”, conta Avancini.

E começar a Copa do Mundo correndo em uma das suas pistas favoritas é um estímulo a mais para Avancini. Em Nové Mestó, no ano de 2020, o piloto brasileiro conseguiu o feito de vencer as provas de Short Track e Cross Country Olímpico. Dobradinha que entrou para a história do ciclismo brasileiro e mundial.

Sexta-feira, Avancini disputará a prova de XCC. Já no domingo será o XCO.

“Abriremos a temporada da Copa do Mundo em uma das arenas mais tradicionais e belas do mountain bike mundial. Nové Mestó é um dos meus percursos prediletos.

A pista realmente é incrivel. É um lugar que eu sempre tive muito apoio dos tchecos e é sempre muito especial competir aqui. Já tive grandes resultados, inclusive a minha principal Copa do Mundo da carreira foi aqui”, diz Avancini, que espera ter um “desempenho sólido” na República Tcheca.

“Como atleta espero ter um real teste, uma real noção de onde eu me encontro. Vejo que na temporada de 2023 eu não consegui ainda fazer provas muito boas e entregar o nível que eu já construí, então espero antes de mais nada ter uma corrida com desempenho sólido para que eu possa realmente analisar onde eu me encontro no momento e quais são as áreas que eu preciso trabalhar e otimizar para o restante dessa longa temporada”.

Botão Voltar ao topo