fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Dia D da Saúde em Pinda atende mais de 2000 pessoas

(Foto: Divulgação/PMP)

O Dia D da Saúde, realizado no sábado (6), em vários pontos da cidade, atendeu cerca de 2 mil pessoas com campanha de vacinação contra Covid-19, gripe, atualização das vacinas de rotina (meningite C, pneumo 10, DPT, pentavalente, triplice viral, poliomielite etc) e orientação sobre câncer bucal.

Foram aplicadas 633 doses de vacina contra gripe; 240 de rotina; 796 de Covid-19, sendo 545 Pfizer bivalente, além de cerca de 350 pessoas abordadas sobre instruções de câncer bucal.

A secretária de Saúde, Ana Claudia Macedo, disse que os números são bons, mas poderiam ser melhores. “Montamos uma grande estrutura em vários pontos da cidade. Buscar as vacinas é uma forma de prevenção de doenças e de atenuar efeitos em caso de contaminação. Por isso é importante que as pessoas procurem as unidades de saúde e façam a atualização da carteirinha, porque muitas vezes as vacinas estão atrasadas e o munícipe se esquece”.

A enfermeira Fernanda Hasman, responsável pela aplicação de vacinas em Pindamonhangaba, disse que, além da atualização das vacinas de rotina, “as unidades seguem aplicando vacinas contra gripe e Covid-19, inclusive com a redução do grupo apto a receber a Pfizer bivalente para todos com 18 anos ou mais”.

Sobre a campanha de orientação sobre o câncer bucal, também conhecido como câncer de boca ou câncer labial, a Prefeitura enviou equipes de saúde, incluindo dentistas, que conversaram com a população, entregaram material ilustrativo e conscientizaram sobre a doença. Cerca de 400 pessoas acompanharam as ações voltadas ao combate à doença.

Ana Claudia Macedo alertou que “o maior desafio no combate ao câncer bucal é a desinformação sobre a doença”. Sobre o diganóstico de lesões suspeitas, ela informou que “a necessidade de biópsia vem aumentando no município, por isso precisamos de ações mais direcionadas para termos uma adesão maior”.

Botão Voltar ao topo