fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Projeto piloto contribui para a alfabetização de alunos em Pinda

O curso contemplou várias teorias e estratégias sobre as funções cognitivas, auditivas e fonoaudiológicas, apresentando por meio delas a importância das funções executivas, mostrando como são essenciais para o desenvolvimento e a efetivação da alfabetização.

Projeto piloto contribui para a alfabetização de alunos. ((Foto: Divulgação)

O projeto piloto Habilidades Cognitivo-Linguísticas foi aplicado nas escolas municipais Padre Zezinho e Serafim Ferreira nos dias 2 e 3 de maio. Desde seu nascimento, em 2022, o projeto tem demonstrado resultados relevantes nas habilidades de alfabetização dos alunos e a participação dos professores das escolas foi enriquecedora e determinante para a continuidade.

Os professores informaram que o projeto demonstrou nos resultados relevantes sobre as habilidades preditoras para a alfabetização. O próximo passo será o rastreio (avaliação coletiva) desses estudantes, e a partir dos resultados serão iniciadas as intervenções específicas.

As profissionais do Núcleo de Apoio Psicopedagógico (NAP) Triagem Governador Mário Covas, representado por Flávia Renata Farath Lourenço (professora especialista), Luciane Kalil Patah (fonoaudióloga), Valdete Ferreira (psicóloga) e Rosangela Goncalves (professora responsável pelo NAP) ministraram a formação das docentes.

O curso contemplou várias teorias e estratégias sobre as funções cognitivas, auditivas e fonoaudiológicas, apresentando por meio delas a importância das funções executivas, mostrando como são essenciais para o desenvolvimento e a efetivação da alfabetização. Pollyanna dos Santos, professora da escola José Gonçalves da Silva- relatou que o projeto proporcionou momentos de troca de vivências, aprendizagens, conhecimentos, práticas e teorias, que possibilitaram a ampliação do repertório da prática diária.

A fonoaudióloga Luciane explicou sobre fatores que interferem diretamente no processo de aquisição da língua escrita, levando a reflexão sobre as ferramentas importantes para adquirir as habilidades preditoras e desenvolver uma boa base para que a criança evolua em sua aprendizagem. A psicóloga Valdete contribuiu com as funções executivas dos processos cognitivos, alertando sobre o valor dos ensinos básicos de comportamento, os diversos fatores que influenciam na vida escolar da criança.

“É importante destacar que o projeto piloto que ocorreu na ‘Padre Zezinho’ em 2022 já rendeu bons frutos. Na sondagem inicial dos 2º anos de 2023, apenas um estudante apresentou um nível de alfabetização pré-silábico, sendo que o mesmo não participou do projeto piloto em 2022”, declarou Thiago dos Santos Lemes, diretor da unidade.
O projeto “Habilidades Cognitivo-Linguísticas” é de grande valia para a formação contínua de professores alfabetizadores, sobre a reflexão da prática em sala de aula e no preparo e aplicação de atividades visando o desenvolvimento integral da criança.

“Apresentando resultados positivos, os testes de ordem científica apontaram a distinção da criança com defasagem educacional. Em 2023, soube da expansão desse importante projeto, que representa a concentração de esforços rumo à convicção de que por meio de uma educação de qualidade, a sociedade alcançará o ideal almejado de elevado desenvolvimento humano para todos”, disse Rodrigo Tarcha Amaral de Souza, diretor da Serafim Ferreira.

De acordo com as especialistas do NAP, a formação dos professores regentes está sendo empolgante, pois os profissionais estão interessados e motivados. Juntos, estão transformando em realidade o desejo de fazer mais pela aprendizagem dos alunos em alfabetização.

A professora Leila dos Santos Cabral, da escola Joaquim Pereira da Silva parabenizou a equipe do NAP pelo projeto e acredita que sua aplicação será de extrema importância para alcançar melhores resultados com os alunos.

Botão Voltar ao topo