fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Pinda promove Dia D da Saúde com vacinas contra gripe, Covid-19 e orientação sobre câncer bucal

(Foto: Divulgação/PMP)

Pindamonhangaba vai promover o Dia D da Saúde no sábado, dia 6 de maio, das 8 às 13 horas, com campanha de vacinação contra Covid-19, gripe, atualização das vacinas de rotina e orientação sobre câncer bucal.

As ações de vacinação serão realizadas no PSF Castolira, PSF Feital, UBS Bem Viver (Araretama), UBS Ipê II e CIAF/Saúde da Mulher. O Shopping Pátio Pinda receberá apenas a campanha de vacinação contra gripe para pessoas de 12 anos, que atendam os requisitos de liberação do Ministério da Saúde.

A campanha de câncer bucal vai ocorrer apenas no CIAF, Ipê II e Feital.

A Secretaria de Saúde da Prefeitura informou que a imunização contra gripe será para os grupos prioritários a partir dos seis meses, dentro dos grupos estabelecidos pelo Ministério da Saúde.

A vacinação contra Covid-10 será para a população em geral, com idade a partir dos 6 meses, com todas as opções de imunizantes oferecidas pelo Ministério da Saúde para 1ª, 2ª 3ª e 4 ª doses. A Pfizer bivalente será aplicada em todas as pessoas com 18 anos ou mais.

Já a atualização será para as vacinas de rotina (meningite C, pneumo 10, DPT, pentavalente, triplice viral, poliomielite etc) para todas as pessoas com idade a partir dos dois anos.

A enfermeira Fernanda Hasman, responsável pela aplicação de vacinas em Pindamonhangaba, informou que “as pessoas precisam concluir o ciclo vacinal para aumentar a proteção contra Covid-19, além de se imunizar contra a gripe e aproveitar o momento para colocar as vacinas de rotina em dia. Muitas vezes, na correria do dia a dia, é comum as pessoas esqueceram as datas e estarem com a vacinas atrasadas. Este é o momento ideal para ajustar o calendário e ficar em dia”.

Sobre a campanha de orientação sobre o câncer bucal, também conhecido como câncer de boca ou câncer labial, a Prefeitura vai enviar equipes de saúde, incluindo dentistas, para conversar com a população, entregar material ilustrativo e conscientizar sobre a doença.

A secretária de Saúde, Ana Claudia Macedo, alertou que “o maior desafio no combate ao câncer bucal é a desinformação sobre a doença”. Sobre o diganóstico de lesões suspeitas, ela informou que “a necessidade de biopsia vem aumentando no município, por isso precisamos de campanhas mais direcionadas e associadas com vacinação, para termos uma adesão maior”.

Em 2020 foram 10 casos encaminhados para biopsia ao CEO (Centro de Especialidades Odontológicas), com três casos confirmados; em 2021, 30 suspeitos (8 confirmados); e em 2022, 36 suspeitos (6 confirmados).

Botão Voltar ao topo