fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Simone fecha provas nos EUA com 3º lugar e PB no Drake Relays

A brasileira retornará - com suas melhores marcas pessoais nos 3.000 m com obstáculos e nos 5.000 m - para a disputa de dois GPs em São Paulo, antes de dar continuidade a sua preparação na temporada 2023 em competições europeias

(Foto: Divulgação/CBAt)

A atleta Simone Ponte Ferraz (APA/SECEL Jaraguá do Sul) obteve a sua melhor marca pessoal nos 3.000 m com obstáculos, com 9:42.84, e a terceira posição na noite desta sexta-feira (28/4) no Drake Relays 2023, no Drake Stadium de Iowa, Estados Unidos.

Madie Boreman (EUA) venceu com 9:36.86, seguida por Alicja Konieczek (ON Running/Jackrabbit Elite) em segundo (9:39.46). A melhor marca pessoal da brasileira na distância era do Ibero-Americano de La Nucia (ESP) – 9:45.11 (21/5/2022).

Com essa corrida, Simone fecha as competições nos EUA. A atleta olímpica, que além dos Jogos de Tóquio-2021 foi ao Mundial do Oregon-2022, agora retorna para a disputa do Torneio Internacional Loterias Caixa de Atletismo, dia 7 de maio, em Bragança Paulista, e o Grande Prêmio Brasil, dia 10 de maio, em São Paulo. Na sequência, Simone segue para mais quatro corridas na Europa para ganhar ‘rodagem’ em torneios internacionais.

Simone competiu no Payton Jordan Invitational, em Stanford, Califórnia, e venceu os 3.000 m com obstáculos com 9:52.06. Correu a sua melhor pessoal nos 5.000 m – 15:49.07 -, no Mt.Sac Relay, em Walnut, Califórnia (14/4), ao ficar em quarto lugar (bateu os 16:02.34, do Troféu Brasil de Atletismo em 2022, no Rio de Janeiro).

Está adquirindo a experiência de participar em sequência de provas internacionais – até então, competiu com mais frequência no nível sul-americano. O objetivo é a vaga na equipe brasileira que vai ao Mundial de Budapeste, na Hungria, de 17 a 29 de agosto. E também disputar os Jogos Pan-Americanos de Santiago, no Chile, em outubro e novembro.

Simone incluiu em sua preparação 30 dias de treinamento na altitude de Paipa, Colômbia, juntamente com as também brasileiras Tatiane Raquel da Silva e Mirelle Leite da Silva, antes de iniciar o período competitivo. Além das provas nos Estados Unidos foi campeã dos 3.000 m com obstáculos (10:15.36) e dos 5.000 m (16:26.28) na Copa Brasil de Meio Fundo e Fundo, realizada em Bragança Paulista, em 1 e 2 de abril.

Botão Voltar ao topo