fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Professores, alunos e famílias participam dos Conselhos de Classe

Escolas municipais de Ensino Fundamental Integral como a Emefi Profª Sônia Maria (foto) se reuniram nesta semana para discutir resultados, projetos e planejar melhorias para o ano letivo. (Foto: Divulgação/PMSJC)

As 67 escolas de Ensino Fundamental Integral da rede de ensino municipal de São José dos Campos realizaram nesta quinta (27) e sexta-feira (28) reuniões do Conselho Participativo de Classe (CPC), para apresentação dos resultados de aprendizagem do bimestre, que foram debatidos com a presença de professores, pais, mães, responsáveis, estudantes e equipes gestoras.

O CPC faz parte do planejamento letivo das escolas e é um momento para analisar os projetos pedagógicos da rede de ensino municipal e a importância da parceria entre as famílias e as escolas visando melhorias que beneficiam os alunos e toda comunidade escolar.

Em todas as regiões da cidade, as escolas reuniram as equipes e ouviram a comunidade, que aprovou os encontros.

Comunidade escolar em ação

Francisca Maria Alves Pereira é mãe da Sara Mayra Alves Oliveira, do 9º ano na Emefi Profª Maria Antonieta Ferreira Payar, no Pinheirinho dos Palmares, e marcou presença na reunião.

“Poder participar e ouvir professores e a equipe sobre o que acontece na escola, junto com outros pais e com os alunos, é maravilhoso. Podemos perguntar e, se precisarmos de ajuda, eles estão dispostos a nos ajudar aqui, como pais devemos procurar saber o que acontece com nossos filhos”, afirmou.

Para a orientadora pedagógica da escola, Patrícia Pena, a relevância da reunião está em permitir discutir e avaliar as ações educacionais, traçar metas e indicar alternativas para garantir o aprendizado dos alunos a partir das necessidades deles. “É um momento muito importante para toda vida escolar”, destaca.

A Emefi Eunice Cordeiros dos Santos Rodrigues é uma das 17 escolas recém-municipalizadas pela Prefeitura e atende mais de 520 alunos na Vila São Geraldo. Para a professora Adrielle Lobo Martins, o Conselho é “um momento essencial pensado e planejado para avaliação do processo de ensino de cada turma, com reflexões e planejamento.

“Comecei neste ano na escola Eunice com muita alegria, pois foi aqui que estudei no Ensino Fundamental, e escolhi uma turma do 2º ano para fazer meu trabalho com dedicação, respeito e muito carinho. Com o Conselho, podemos fazer intervenções nos processos de ensino e de aprendizagem, para que os alunos recebam o melhor e uma formação integral”, destacou Adrielle.

Na Emefi Profª Alda de Souza Araujo, no Jardim Mesquita, o Conselho também rendeu positivamente. Para Joana D’arc de Paula, mãe do Jeferson de Paula Gonçalves, do 6º ano, “através do CPC conseguimos saber dos assuntos referentes à escola, o que é necessário”.

“Nós das famílias ficamos informadas e temos oportunidade de sugerir melhorias também”, destacou Francisca Alice Carvalho Silva, mãe do Nicolas Carvalho Silva, do 7º ano.

“A realização das trocas de experiência e de visões sobre as metas para o ano letivo foi fundamental, proporcionando ótimas projeções dos estudantes”, frisou o professor de Geografia Gustavo Andreiev Nunes Serra.

Educação aprovada

O trabalho em rede e os investimentos na Educação municipal de São José dos Campos, desde a formação de professores, projetos e materiais pedagógicos inovadores, municipalização de escolas, programa Educação 5.0, Educação Especial e Inclusiva, Educação Empreendedora, entre vários outros projetos, têm 90% de aprovação da população.

Segundo pesquisa realizada neste mês de abril pelo Indsat (Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos), a Educação registrou 719 pontos e Alto Grau de Satisfação, nota que está acima da média das Cidades de Grande Porte (CGPs) que é de 578 pontos, e representa a maior pontuação alcançada pelo serviço municipal em mais de dois anos.

Botão Voltar ao topo