fbpx

São José realiza a 2ª avaliação de densidade larvária em 2023

A Prefeitura mantém diversas ações de combate ao mosquito Aedes aegypti. (Foto: Adenir Britto/PMSJC)

A Prefeitura de São José dos Campos iniciou, na primeira semana de abril, a segunda avaliação de densidade larvária do Aedes aegypti em 2023.

As atividades seguem até o dia 28 e contemplam todas as 42 áreas urbanas do município.

Realizada em cada trimestre, a ação é importante para acompanhar os níveis de infestação ao longo do tempo, identificando as áreas prioritárias para atuação e norteando as ações de combate ao mosquito, que transmite doenças como dengue, chikungunya e zika.

São 3.162 quarteirões, abrangendo 17.772 imóveis dentro das 42 áreas cadastradas no município. Em cada quarteirão será trabalhado o número de imóveis necessários para atingir a amostragem. Em 2023, a pesquisa realizada em janeiro revelou um índice larvário (Breteau) de 1,3.

Com base nos dados obtidos nas avaliações, são definidas as melhores formas de combate às doenças no próximo período. Por exemplo, pode-se redirecionar e intensificar algumas medidas ou alterar as estratégias de controle do mosquito adotadas no município.

Prevenção

Independentemente das avaliações larvárias, a Prefeitura mantém diversas ações de combate ao transmissor das arboviroses em todas as regiões da cidade. Entre elas está a operação que visita os locais com os maiores índices larvários para eliminar objetos que possam acumular água e servir de criadouros do mosquito.

Constantemente, equipes de combate a endemias promovem um trabalho educativo e orientam a população a tomar atitudes para evitar os riscos das doenças.

Dengue
Neste ano já foram registrados no município 456 casos confirmados da doença, no mesmo período em 2022 eram 402 casos confirmados.

Os munícipes também podem ajudar. Caso identifique qualquer possível criadouro do Aedes aegypti, basta entrar em contato pela Central 156 (telefone, site e aplicativo).

Botão Voltar ao topo