fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

IPTU de Pindamonhangaba com desconto de 10% à vista vence no dia 15

Quem já está cadastrado pelo E-Tributo vai receber o IPTU por e-mail, mas se quiser poderá acessar o site e obter o carnê normalmente.

Região central de Pindamonhangaba. (Foto: Divulgação)

Os contribuintes de Pindamonhangaba podem emitir as guias de 2023 do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) pelo site da Prefeitura www.pindamonhangaba.sp.gov.br.

Para isso, basta acessar a página e clicar no baner IPTU 2023. Após essa etapa, o contribuinte deverá digitar a sigla do imóvel e ter acesso às guias de pagamento. Quem já está cadastrado pelo E-Tributo vai receber o IPTU por e-mail, mas se quiser poderá acessar o site e obter o carnê normalmente.

O pagamento pode ser efetuado por código de barras ou diretamente pelo site da Prefeitura, por cartão de crédito, débito ou pix – sem necessidade de impressão.

As pessoas que optarem por pagar por PIX terão um pequeno acréscimo – referente à taxa de conveniência. Da mesma forma, para pagamento com cartão também haverá inclusão de taxa.

Descontos e opções de parcelamento
Esse ano, novamente o vencimento da primeira parcela ou cota única será dia 15 de março. Mas quem quiser já pode efetuar pagamento.

Quem pagar à vista terá 10% de desconto; quem optar por duas vezes terá 5% de abatimento; quem fizer o pagamento em mais parcelas ganhará 2% de desconto, se pagar o tributo em dia.

O IPTU poderá ser parcelado em até 10 vezes, desde que cada parcela não seja inferior a R$ 60,33 – que é metade da UFPM (Unidade Fiscal do Município de Pindamonhangaba).

O reajuste para 2023 foi de 7,36% – de acordo com o IPC (Índice de Preços ao Consumidor) da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).

O diretor de Receitas e Fiscalização Fazendária da Prefeitura, Vicente Correa, informou que são 82 mil lançamentos de imóveis para IPTU. “A cidade vem crescendo muito nos últimos anos, o que aumenta a quantidade de imóveis. Este ano, assim como nos últimos, teremos o vencimento dia 15 de março”, explicou.

Botão Voltar ao topo