fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Pinda participa de diálogo sobre meio ambiente na ANAMMA

(Foto: Divulgação/PMP)

Pindamonhangaba participou, nesta semana, a convite da ANAMMA – Associação Nacional de Municípios e Meio Ambiente, de um diálogo sobre Emergência Climática e Vulnerabilidade das Mulheres.

A secretária de Meio Ambiente da Prefeitura, Maria Eduarda San Martin foi convidada para falar sobre o tema, no encontro que teve participação de representantes de instituições nacionais e internacionais.

O diálogo sobre a situação de vulnerabilidade do meio ambiente e das pessoas, com as múltiplas mulheres que participam de movimentos, entidades e instituições sobre as ações políticas, institucionais e práticas, notadamente sobre o aspecto da igualdade de gênero, nasceu frente ao novo panorama político nacional em que a proteção do meio ambiente em todas as suas formas voltou a seu protagonismo, bem como o seu senso de urgência.

Crise ecológica global, emergência climática, vulnerabilidade, mulheres e minorias são expressões condutoras de diálogo no âmbito de mulheres que atuam na proteção do meio ambiente em todas as suas formas.

Foram convidadas para este encontro especialistas de renome como Suely Araújo, do Observatório do Clima; Graziela Blanco, da Rede de Jovens da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica; Luciana Xavier, da Liga das Mulheres pelo Oceano; Ariana Iochie Moraes Arimura, da Associação Nacional dos Servidores Ambientais Federais e Marina Marçal, da Columbia Woman Leaders Network.

A ANAMMA – Associação Nacional de Municípios e Meio Ambiente – é uma entidade civil, sem fins lucrativos ou vínculos partidários, representativa do poder municipal na área ambiental, com o objetivo de fortalecer os Sistemas Municipais de Meio Ambiente para implementação de políticas ambientais que venham a preservar os recursos naturais e melhorar a qualidade de vida dos cidadãos.

Para a secretária de Pindamonhangaba, Maria Eduarda San Martin, a participação neste encontro foi extremamente importante. “Além de trocar experiências e informações, conseguimos mostrar a força da mulher.

No Brasil todo, vemos que a maioria dos órgãos ambientais tem mulheres à frente. A mulher tem essa percepção, essa sensibilidade, principalmente pelas causas ambientais. Foi isso que foi demonstrado neste evento. A gente fica muito honrada em ter sido convidada a participar, porque isso mostra a força da Secretaria de Meio Ambiente e também da Prefeitura de Pindamonhangaba se dedicando à questão ambiental”, avaliou.

Botão Voltar ao topo