fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Em sessão solene, Alesp homenageia 20 mulheres de destaque em SP

Evento foi proposto pela deputada Dra. Damaris Moura e teve o objetivo de enaltecer a representatividade feminina em diferentes áreas

O evento, que contou com a presença do governador Tarcísio de Freitas, foi proposto pela deputada Dra. Damaris Moura (PSDB). (Foto: Rodrigo Costa

Uma sessão solene promovida pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, na noite da segunda-feira (6), homenageou 20 mulheres de destaque no território paulista. Personalidades de diferentes áreas foram contempladas, numa cerimônia que, além de enaltecer a representatividade feminina, destacou desafios que ainda precisam ser enfrentados para a valorização do gênero.

O evento, que contou com a presença do governador Tarcísio de Freitas, foi proposto pela deputada Dra. Damaris Moura (PSDB). Em sua fala, a parlamentar fez um balanço das ações que têm sido desenvolvidas em prol das mulheres, entre elas a criação da lei de prestação de socorro a vítimas de violência em estabelecimentos comerciais, como bares e restaurantes, da qual é coautora, e afirmou que é necessário avançar mais.

“Essa é uma noite de esperança, porque nós estamos diante de inúmeras possibilidades de avançarmos defendendo as nossas mulheres. Nós queremos sair daqui, hoje, comprometidos com isto. Porque todas nós temos algo a oferecer. Eu estou no Parlamento e vocês estão em outros espaços de convivência humana. E que bom que lá vocês podem oferecer um pouco de si para esta causa”, discursou, dirigindo-se às homenageadas.

Em seu discurso, o governador destacou que a gestão está empenhada no desenvolvimento de políticas públicas voltadas ao gênero feminino e que as ações devem seguir três pilares principais: saúde, para não permitir a morte de pessoas por causas evitáveis; combate à violência, criando condições de proteção a todas; e independência financeira.

O chefe do Executivo também fez menção ao preconceito e à discriminação que as mulheres sofrem. Nesse sentido, citou que, logo depois de cumprir a primeira promessa de campanha, que foi a criação da Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres, presenciou a discriminação sofrida pela secretária da pasta, Sonaira Fernandes, por ser nordestina e negra. Segundo Tarcísio, essas experiências mostram que diversas ações são urgentes.

“A gente não vai permitir mais importunação, violência contra a mulher, desigualdade. A gente quer as mulheres trabalhando e recebendo igual aos homens, podendo criar seus filhos, ter a tranquilidade de saber que seus filhos estão na creche, que vão ter saúde, educação, porque ninguém se preocupa mais com as crianças do que as próprias mães. E por isso nós estamos aqui para ouvir e aprender com vocês. Vocês é que vão nos ajudar a desenhar boas políticas públicas”, concluiu o governador.

Também participaram da Mesa Diretora da sessão o presidente da Alesp, deputado Carlão Pignatari; a primeira-dama e presidente do Fundo Social do Estado de São Paulo, Cristiane Freitas; Primeira-dama do Município de São Paulo, Regina Nunes; e a líder do Ministério da Mulher da União Central Brasileira, professora Telma Brenha.

Representatividade
Uma das homenageadas, a vereadora do Município de Cajati Rosângela Aparecida Rodrigues discursou na tribuna e destacou que um dos principais desafios é o combate à violência doméstica, que tantas mulheres ainda sofrem. Ela contou um pouco de sua história e afirmou ter tido um pai alcoólico, que batia nos filhos e na esposa.

Falando de sua experiência, a homenageada lembrou um episódio: “Meu pai estava embriagado e me levou com ele [para o trabalho], eu caí do trator e a roda traseira moeu grande parte da minha perna direita. Antes de sairmos, ele havia espancado a minha mãe”, narrou. “Toda violência doméstica e familiar deixa marcas, não só na infância. Por isso é importante que mais mulheres ocupem a política, para levantar e defender essa bandeira da defesa das mulheres”, completou.

Homenageadas
As 20 homenageadas na “Sessão Solene em Homenagem às Mulheres com Ações de Destaque no Estado de São Paulo” atuam em diferentes áreas, cargos e profissões e foram escolhidas pela relevância do trabalho que desenvolvem. São elas:

1- Cristiane Freitas: Primeira-dama do Estado de São Paulo e presidente do Fundo Social;

2- Regina Nunes: Primeira-dama do Município de São Paulo, que se dedica à causa social;

3- Elza Paulina de Souza: Secretária municipal de Segurança Urbana, tendo sido a primeira mulher negra a ocupar o cargo de comandante geral da Guarda Civil Metropolitana;

4- Katia Conceição Morita de Carvalho: Prefeita de Uriflama, com histórico de atuação em serviços públicos humanizados;

5- Rosangela Aparecida Rodrigues: Vereadora do Município de Cajati, ativista contra a violência contra a mulher, tendo sido vítima na infância;

6- Telma Brench: Líder do Ministério da Mulher da União Central Brasileira;

7- Chih Huang Shiu Li: Fundadora da Comunidade de Voluntários Chineses no Brasil;

8- Bruna Maira Boa Sorte: Presidente do Instituto Inova, de cunho educacional;

9- Eli Ho Yeh Li: Médica coordenadora da UTI de Infectologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP;

10- Jamila Jorge Ferrari: Delegada coordenadora das Delegacias de Defesa da Mulher;

11- Maria Luiza Dalla Bernardina Rigolin: Delegada titular da Delegacia de Polícia da Cidade de Capivari;

12- Mariana da Silva Ferreira: Médica e sexóloga forense, idealizadora do Instituto Pródgs;

13- Greice Marks Farias Ferreira: Líder do Ministério da Mulher da Associação Paulista Sul;

14- Irmã Rosane Ghedin: Diretora-presidente do Santa Marcelina Saúde;

15- Jaqueline Amorim Lacerda de Lima: CEO do G10Bank;

16- Fernanda Agrelo Muller Piazze: Líder do Ministério da Mulher da Associação Paulista Leste;

17- Gláucia dos Santos Saraiva Quiles: Líder do Ministério da Mulher da Associação Paulista do Vale;

18- Ilma Larrossa Vivan: Líder do Ministério da Mulher da Associação Paulistana;

19- Kézia Rúbia Cardoso Fernandes: Líder do Ministério da Mulher da Associação Paulista;

20- Marziani Guimarães: Líder do Ministério da Mulher da Associação Paulista Sudoeste.

Botão Voltar ao topo