fbpx
publicidade
𝑝𝘶𝑏𝘭𝑖𝘤𝑖𝘥𝑎𝘥𝑒

Jovens entram pelo Portão da EsPCEx em busca de seus sonhos

Alunos passando pelo portão da Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx). (Foto: EB)

A entrada solene dos novos alunos pelo portão da Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx), em Campinas (SP), foi realizada no dia 25 de fevereiro. Após um intenso período de estudo e consequente aprovação em um dos concursos mais concorridos do País, os alunos matriculados na Escola “Onde Tudo Começa” (lema da EsPCEx) deram mais um importante passo para alcançar o objetivo de se tornarem Oficiais Combatentes de Carreira do Exército Brasileiro.

Nessa tradicional solenidade, os alunos, ainda em trajes civis ou com uniformes militares dos Colégios Militares de origem, entraram na Escola individualmente, simbolizando um ato voluntário de eterno compromisso com o Exército Brasileiro. Em especial, o de honrar as suas tradições, valores, deveres, ética e raízes históricas, incluindo o respeito à hierarquia e à disciplina. Significando o início de uma carreira dedicada exclusivamente ao cumprimento do dever e à Pátria.

O Ministro do Superior Tribunal Militar, General de Exército Lourival Carvalho Silva, presidiu a cerimônia, acompanhado de autoridades militares, civis e do Comandante da EsPCEx, o Coronel Marcus Augusto Bastos Neuvald. A atividade também foi prestigiada pelos pais, familiares e amigos. Na ocasião, cada aluno recebeu, de seu padrinho ou madrinha, a boina azul-ferrete, símbolo das escolas de formação do Exército Brasileiro. Momento de muito orgulho e emoção para todos, por verem os alunos superando dificuldades e alcançando seus sonhos.

Tradicionalmente, o aluno mais novo é o responsável por abrir os portões da EsPCEx com o Comandante da Escola. Nesta oportunidade, foi o Aluno Gustavo Messala Marquez, de 17 anos, natural de Florianópolis-SC.

Ao concluir o ano letivo, os alunos da EsPCEx prosseguem no Curso da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) – Resende-RJ, onde continuarão a sua formação militar por mais quatro anos, quando serão declarados aspirantes-a-oficial do Exército.

Palavras do Chefe do DECEx
Antes da entrada dos portões, como primeira atividade, os ainda candidatos assistiram uma palestra do Chefe do Departamento de Educação e Cultura do Exército, o General de Exército Flavio Marcus Lancia Barbosa, o qual ressaltou o grande significado do momento que estes jovens estariam prestes a vivenciar.

Botão Voltar ao topo