fbpx

Pinda participa de reunião com secretário estadual Direitos da Pessoa com Deficiência

(Foto: Divulgação/PMP)

Uma equipe de Pindamonhangaba participou de uma reunião com o secretário estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Marcos Costa, em São Paulo, na última semana.

O encontro teve objetivo de conhecer o Plano de Trabalho Estadual, buscar o parcerias e engajamento do município nos programas estaduais.

O secretário da Mulher, Família e Direitos Humanos de Pindamonhangaba, João Carlos Salgado, convidou o secretário Marcos Costa para uma visita a cidade e para um Encontro Regional com representantes dos conselhos municipais dos Direitos das Pessoas com Deficiência dos municípios vizinhos.

“O secretário estadual frisou a importância de os municípios trabalharem em parceria com o Estado e explicou que a pasta está sendo remodelada, com muitos projetos com o foco no tratamento acompanhamento das pessoas com deficiência envolvendo a educação, transporte, empreendedorismo, saúde, serviço social, esporte entre outros serviços”, relatou a diretora do Departamento da Pessoa com Deficiência, Letícia Souza.

“Outro tema abordado foi a equoterapia para as crianças com deficiência, como autismo. Ressaltamos os trabalho já desenvolvidos pela Secretaria de Educação na área, com foco no atendimento para crianças com transtorno comportamental e a possibilidade de ampliar esse atendimento em parceria com a secretaria estadual”, completou João Carlos Salgado ao explicar que “a acessibilidade será um dos temas principais dentro das políticas públicas para as pessoas com deficiência e familiares”.

O secretário Marcos Costa disponibilizou para Pindamonhangaba kits de livros de ensino de libras infantil, que serão entregues para a Secretaria de Educação para enfatizar a importância da Língua Brasileira de Sinais dentro das salas de aula.

A presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Ivonete dos Santos, também participou da reunião e destacou os trabalhos em conjunto com o município.

Botão Voltar ao topo